Grandes RockStars Que Não Voltam Mais: Os 5 Johnny’s

Johnnie Ray Astros pop como Sinatra, Dean Martin e Dick Haymes tinham obrigatoriamente uma consistência melosa no modo de cantar e uma elegância discreta na apresentação, Johnnie Ray veio...
Johnnie Ray preso

Johnnie Ray, Johnny Ace, Johnny Burnette, Johnny Tilotson e Johnny Ottis.

Johnnie Ray, Johnny Ace, Johnny Burnette, Johnny Tillotson e Johnny Otis.

Johnnie Ray

Astros pop como Sinatra, Dean Martin e Dick Haymes tinham obrigatoriamente uma consistência melosa no modo de cantar e uma elegância discreta na apresentação, Johnnie Ray veio quebrar a escrita, com interpretações passionais que beiravam a histeria. Ajoelhado no palco e abraçado ao pedestal do microfone, rompia-se em lágrimas verdadeiras, feito a mais desamparada das criaturas. Com Ray começamos a dizer adeus aos crooners de voz aveludada e sorriso sedutor. Depois de dois anos cantando em night clubs de Detroit, onde recebeu forte influência do rhythm & blues local, Ray foi gravar na Columbia, registrando uma fileira de sucessos entre eles “Cry”, “Just Walk In The Rain” e “Brokenhearted”. Foi o único astro pop de sua época a ser processado (duas vezes) por hábitos homossexuais. Sem Johnnie Ray, provavelmente, Elvis não teria existido como ídolo da mass media.

Alcoólico a anos, Ray morreu em 1990, aos 63 anos, de cirrose.

Por sua contribuição para a indústria musical Johnny Ray tem uma estrela na Calçada da Fama em Hollywood na 6201.

Site Oficial: www.johnnieray.com

Áudios

Cry

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

I’ll Never Fall in Love Again

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Just Walking in The Rain

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Vídeos

Em 1957, Johnnie Ray canta Yet Tonight JosephineVeja aqui.

Johnnie Ray cantando The Little White Cloud That Cried ao vivo. Veja aqui.

Johnnie Ray cantando Cry ao vivo. Veja aqui.

Johnnie Ray

Elvis Presley e Johnnie Ray em 26 de Janeiro de 1962 após show de Ray no Dunes Hotel

Elvis Presley e Johnnie Ray em 26 de Janeiro de 1962 após show de Ray no Dunes Hotel.



Johnnie Ray em foto tirada após ser preso pela polícia por frequentar um bar gay em Detroit. Foto: Pride Source LGBT.

Johnnie Ray em foto tirada após ser preso pela polícia por frequentar um bar gay em Detroit. Foto: Pride Source LGBT.

Johnny Ace

No início dos anos 50, Johnny Ace foi pianista do lendário BB King e vocalista da banda The Beale Streets. Em 1952 assinou um contrato com a Duke Records o que lhe rendeu uma série de hits: “Cross My Heart”, “Please Forgive Me”, “The Clock”, “Yes Baby”, “Saving My Heart for You”, e “Never Let Me Go.” Em 1954 era o artista mais tocado das rádios.

Seu hit “Pledging My Love” foi gravado inúmeras vezes. Paul Simon escreveu uma música sobre Ace e ele foi citado no emblemático filme “American Graffiti”, através do personagem de Charlie Smith: “Eu tenho os discos do Johnny Ace!”, exclama flertando com a personagem de Candy Clark.

No natal de 1954, durante uma apresentação no City Auditorium, em Houston, Texas, Johnny Ace resolveu brincar com seu revólver calibre .22. Ace era conhecido por suas estripulias com armas; ele gostava de dirigir atirando em placas na rodovia. O baixista da banda Big Mama Thornton, Curtis Tillman, deu o seguinte depoimento:

“Eu vou te dizer exatamente o que aconteceu! Johnny Ace estava bêbado, e ele ficava balançando a arma em volta da mesa, até que alguém disse ‘Cuidado com isso…’, e ele disse ‘Está tudo bem! A arma não está carregada, está vendo?’, ele apontou a arma para si mesmo, com um sorriso em seu rosto, e Bang! – uma coisa triste, muito triste. Big Mama Thornton saiu correndo do camarim gritando ‘Johnny Ace se matou!'”

Ace tinha 25 anos.

Áudios

Pledging My Love

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Cross My Heart

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Johnny Ace

Johnny Ace

Johnny Burnette

Nascido em Memphis, Johnny Burnette foi colega de escola de Elvis e ainda trabalhou como eletricista na Crown Electric, empresa em que Elvis dirigia caminhão. Depois de uma série de ocupações, incluindo uma rápida carreira de boxeador, Johnny resolveu criar um trio, com duas guitarras e um baixo, decalcando o formato Elvis – Bill Black – Scotty Moore, que começava a fazer sucesso em Memphis e arredores. Johnny, que quase não tinha experiência em música, convenceu seru irmão Dorsey (que já tocava baixo) a integrar o trio, que foi completado por Paul Burlinson. Recusado pela Sun, por ser semelhante demais a Elvis, o trio foi para Nova York. Depois de aparecer em programas de TV, passou a gravar pelo selo Coral em 1956.

Embora não tenha feito nenhum sucesso, o Johnny Burnette Trio tornou-se lendário entre os fãs de rockabilly: “Tear It Up” e “The Rain Kept A-Rollin” são clássicos, sendo que a segunda foi revivida com sucesso pela banda The Yardbirds nos anos 60 e pelo Aerosmith nos anos 70. Desfeito o trio, Dorsey e Johnny foram para a Califórnia em 1957, onde se mantiveram por uns tempos escrevendo músicas para Ricky Nelson e Roy Brown. Depois, os irmãos Burnette seguiram carreiras separadas, com Johnny gravando pela Freedom, subsidiária da Liberty, três compactos de rock’ n’ roll/rockabilly, entre 1958 e 1959.

Então, inesperadamente, Johnny foi “descoberto” como cantor pop pelo produtor Snuff Garrett. Daí, durante dois anos desfrutou de uma fase de muito sucesso, cantando canções no estilo pop-country, acompanhando de grande orquestra e tudo mais. São dessa época os hits “My Special Angel”, “Moddy River”, “You’re Sixteen”, “Dreamin” e “Little Boy Sad”. Em 1963, já ignorado pelo público, passou rapidamente pela Capitol e Chancellor. No ano seguinte, sem contrato, depois de gravar pelo obscuro selo Sahara, inaugurou um selo próprio, chamado Magic Lamp. Em 14 de Agosto de 1964, Burnette estava pescando em seu barco em Clearlake, Califórnia, quando foi atingido por uma outra embarcação; morreu afogado aos 30 anos de idade. Seu irmão Dorsey morreu 15 anos depois (em 1979), aos 47 anos, de ataque cardíaco.

Áudios

Tear It Up

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Moddy River

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Dreamin’

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


Vídeos

Videoclipe do clássico: Train Kept A-Rolling. Veja aqui.

Johnny Burnette Trio canta Lonesome Train: Veja aqui.

Johnny Burnette Trio faz um cover de Hound Dog de Elvis: Veja aqui.

Johnny Burnette canta ao vivo o hit You’re Sixteen. Veja aqui.


Johnny Burnette

Johnny Burnette.

Johnny Otis

Talvez o mais importante músico de rhythm & blues, pelos seus serviços prestados ao longo de três décadas de intensa atividade. Johnny Otis foi um músico (branco diga-se de passagem) que começou nos anos 40 com um grupo de jazz swing, logo depois aderindo ao rhythm & blues e abrindo uma casa em Los Angeles, The Barrelhouse Club, dedicada ao gênero. Profissionalmente, Otis optou pelo piano e vibrafone, porém era capaz de tocar bem qualquer instrumento. Na sua longa carreira de band-leader, descobriu Little Ester Phillips, Etta James, The Robins, Big Mamma Thornton, Jackie Wilson e Hank Ballard, entre outros. Produziu e acompanhou Johnny Ace em todas as suas gravações, também acompanhou luminares como Little Richard, Johnny “Guitar” Watson e Don Harris. Seu maior hit foi “Willie And The Hand Jive”, um rock cuja batida tribal foi apropriada por Bo Diddley. Na época em que “Willie And The Hand Jive” foi um sucesso (1957), integravam seu grupo (The Johnny Otis Show) Mel Williams, Marie Adams e Three Tons Of Joy.

Em 1994 foi incluído para o Hall da Fama do Rock’ n’ Roll como produtor e compositor pelo seu trabalho com Elvis Presley. Em 28 de dezembro deste ano (2011), Otis completará 90 anos.

Site Oficial: www.johnnyotisworld.com

Áudios

Willie And The Hand Jive

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Good To The Last Drop

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Country Girl

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


Vídeos

Grande sucesso de Otis ao vivo: Willie And The Hand Jive. Veja aqui.

Grande Encontro: Johnny Otis, Shuggie Otis e Roy Buchanan ao vivo. Veja aqui.


Johnny Otis

Johnny Otis.

Johnny Tillotson

Originalmente, enquanto amador, Johnny Tillotson era um cantor country, com influência do som honk tonk de Hank Williams. Por volta de 1958, foi descoberto pela Cadence Records (de Archie Bleyer em Nova York), onde passou a gravar baladas. Johnny mostrou, então, que além de ser um hitmaker, era também um cantor de elevada qualidade e extraordinária afinação. Entre seus hits na Cadence estão “Poetry in Motion”, “Without You”, “Dreamy Eyes”. Com o fim da Cadence, no começo dos anos 60, os três maiores nomes do selo, Andy Williams, Everly Bros. e Johnny Tillotson, iriam para gravadoras diferentes, com Johnny indo para a MGM (Williams foi para a Columbia e Everly Bros para a Warner). Na MGM, manteve-se nas paradas até 1965, e seu repertório foi ficando progressivamente mais country e romântico. Criticamente aclamado, a nova fase levou-o à carreira internacional, mantendo-se com grande prestígio em países como Itália, Alemanha, Austrália e Japão, até meados dos anos 70. Em 2009 surpreendeu com um novo disco, aos 68 anos de idade: Victoria’s The Little Merboy.

Site Oficial: www.johnnytillotson.com

Áudios

Poetry in Motion

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Dreamy Eyes

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Without You

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Judy Judy Judt

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Vídeos

Johnny Tillotson canta Poetry in Motion ao vivo. Veja aqui.

Em 1964 Johnny Tillotson canta Tall Back Trembling Lips ao vivo. Veja aqui.

Johnny Tillotson

Johnny Tillotson.


"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz." (Platão)
Deixe o seu comentario:
  • Claudiorrnunes

    Cara,esse site é maravilhoso,valeu mesmo,aprendi muita coisa com seu trabalho.Fiquei freguez mesmo.Valeu.

  • Claudiorrnunes

    Cara,esse site é maravilhoso,valeu mesmo,aprendi muita coisa com seu trabalho.Fiquei freguez mesmo.Valeu.

DarkSide Books

RELACIONADOS

Dupla Identidade – Bruno Gagliasso

Glória Perez

Ilana Casoy

OAV TV

OAV TV

Queremos Você!

Queremos Você!

Siga-nos no Twitter

Siga-nos no Facebook!

21 Anos de Arquivo-X

20 Anos da Execução de Andrei Chikatilo

20 Anos da Execução de John Wayne Gacy

O nascimento de um serial killer

Categories

Contribua com O Aprendiz Verde!

Bate-Papo

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers