Crimes Históricos: O Zumbi de Miami

Este post é uma compilação de posts sobre o Zumbi de Miami publicados em nossa página no facebook 28 de Maio de 2012 Quais As Chances De Se Flagrar...
Zumbi de Miami
O Zumbi de Miami

Este post é uma compilação de posts sobre o Zumbi de Miami publicados em nossa página no facebook

  • 28 de Maio de 2012

Quais As Chances De Se Flagrar Um Canibal Agindo Ao Vivo ?

Não muitas, mas no último sábado, em Miami, nos Estados Unidos, o improvável aconteceu, e em plena luz do dia.

O horror começou a ser descoberto às 14h do último sábado (horário local) na rampa MacArthur Causeway na 13th Street. Testemunhas ouviram seis tiros.

Segundo fontes policiais, um guarda rodoviário viu um homem nu mastigando o rosto de outro homem e gritou em seu alto-falante para o canibal se afastar. Ao mesmo tempo, uma mulher que passava pelo lugar também viu a cena, e desesperadamente fez sinal para um policial que passava.

O oficial, que não teve o nome divulgado, se aproximou e percebeu a horrível cena. Ele ordenou que o homem parasse com a agressão. Aparentemente, o canibal apenas olhou para o policial e voltou a mastigar o rosto do outro homem, obrigando o policial a atirar uma vez. Mesmo baleado, o canibal continuou mastigando o rosto do homem o que obrigou o policial a efetuar novos disparos. Pelo menos 6 tiros foram ouvidos por testemunhas.

O agressor foi morto e o outro homem levado em estado grave para o hospital, a identidade dos dois homens não foram divulgadas. Indagados pelos repórteres do porque do policial ter atirado em um homem que estava desarmado o Sargento Altarr Williams, do Departamento de Homicídios de Miami disse: “Algumas pessoas sabem artes marciais, outras são muito fortes e podem te matar apenas com suas mãos.”

Os investigadores acreditam que a vítima era um sem-teto e poderia estar dormindo quando foi atacada. Ainda segundo a polícia, possivelmente o canibal estava sofrendo de “psicose” devido ao uso de cocaína. É comum que o corpo se aqueça devido ao uso, levando muitas vezes aos usuários a se despirem para tentar se refrescar.

Na Foto é possível ver o corpo do “Zumbi” pouco depois de ser morto pela polícia.
Um dos primeiros policiais a chegar na cena do crime vê os dois corpos do chão.

O vídeo da câmera de segurança de um dos prédios captou a ação do zumbi e da polícia e pode ser vista abaixo.

  • 29 de Maio de 2012

A polícia de Miami divulgou hoje (29 de Maio de 2012) a foto do homem morto no último sábado acusado de comer o rosto de um morador de rua. Rudy Eugene, 31 anos, já tinha passagens pela polícia e era um morador de rua.

Rudy foi flagrado no último sábado, sob o sol escaldante das duas horas da tarde, em Miami, comendo o rosto de um outro morador de rua. A vítima que ainda não teve o nome divulgado está em estado crítico no hospital, médicos que o atenderam disseram que “Ele possui uma das piores lesões que nós já vimos.”

Segundo o jornal The Miami Herald, a vítima teve a pele e os olhos arrancados e o nariz mordido e pouca coisa teria sobrado do rosto do homem.

Uma das testemunhas que presenciou a cena, um ciclista que passava pelo local, disse que “a mais horrível e traumática coisa que eu já vi em toda minha vida. O cara estava rasgando o rosto do outro em pedaços com a boca. Eu disse para ele parar, mas ele não parava de mastigar o rosto do outro. Um policial se aproximou e disse várias vezes para ele parar, em seguida o policial pulou a divisória ficando de frente para ele. O cara levantou a cabeça para o policial com um pedaço de carne na boca e rosnou. Você mal conseguia ver o rosto dos dois, era sangue por todo lado. Você acha que só vê essas coisas em filmes, mas ver isso pessoalmente, foi algo traumatizante.”

Na Foto: Rudy Eugene, apelidade de “Zumbi de Miami”. Eugene foi morto com 6 tiros após não ter obedecido a ordem de um policial de parar de mastigar o rosto de um mendigo.

O médico do hospital onde está a vítima sugeriu que Eugene poderia estar sob o efeito de uma nova droga, conhecida como sais de banho (um tipo devastador de LCD), uma mistura de substâncias nunca testada em humanos, e de efeito devastador. Ainda no fim semana, a polícia congitou que o agressor poderia ter sofrido uma crise psicótica provocada pelo uso de cocaína.

Clique nas imagens abaixo para ver os corpos e o rosto da vítima.

Atenção! Imagem dois forte. Não clique se for sensível!

  • 30 de Maio de 2012

Filmagens de câmeras de segurança mostram que o ataque do “zumbi” começou, pelo menos, 20 minutos antes de um ciclista parar no local e aparentemente gritar com o agressor. Outros ciclistas e vários motoristas passaram pelo local e pareceram fazer pouco caso com o ocorrido.

Segundo o jornal The Miami Herald, as filmagens de prédios ao redor do local mostram Rudy Eugene caminhando pelado pela avenida antes de atacar um homem (sem-teto) que dormia sobre o elevado de trilhos de trem. Ele golpeia a vítima com socos e o leva até uma pista da MacArthur Causeway onde começa a mastigar seu rosto. Ciclistas e vários carros são vistos passando enquanto Rudy Eugene ataca a vítima, um motorista de um carro chega a parar e observar a cena, mas logo vai embora. Vinte minutos depois, Jose Rivera, um oficial de polícia chega ao local e ordena várias vezes que Rudy pare o ataque. Ele olha para o policial com um pedaço de carne na boca, rosna e volta a comer o rosto da vítima. Ele então é morto com seis tiros.

Ontem também, a polícia revelou a identidade da vítima. Ele é Ronald Poppo, 65 anos, um mendigo que a mais de 30 anos é morador de rua. Ele continua em estado crítico no hospital, perdeu 75% do rosto, seus olhos, nariz e boca foram literalmente comidos.

Na Foto: A vítima do ataque canibal em Miami. Ronald Poppo, 65 anos.

Na noite anterior ao ataque, Rudy Eugene estava com sua namorada em Miami Gardens. Ela relatou que ele estava agindo de forma estranha. Segundo ela, Eugene ligou horas depois dizendo que seu carro havia quebrado.

Acredita-se que Eugene estava sob a influência de uma nova forma potente de droga chamada “sais de banho”. A polícia já informou que os resultados toxicológicos no corpo do “Zumbi” levará várias semanas para ficarem prontos.

Médicos do Hospital Memorial Jackson, onde está a vítima, disseram que houve um aumento considerado de incidentes relacionados à nova droga, que é conhecida nas ruas como “o novo LSD”.

“Percebemos um grande aumento. Quando as pessoas usam sais de banho, sua temperatura se eleva a um nível extremamente alto, levando aos usuários à arrancarem suas roupas. Eles se tornam agressivos e ficam em um estado de delírio extremo. Já houve casos onde os usuários atacavam outras pessoas usando os dentes, mordendo. Eles também se tornam muito fortes. Cuidei de um paciente que pesava 68 kg, mas sua força parecia vir de um homem de 110 kg, foi preciso 6 policiais para segurá-lo. Essa droga não é só perigosa para quem usa mas também para quem está ao redor do usuário. É perigoso para a polícia, é perigoso para os médicos, pois eles devem ser contidos tanto quimicamente quanto fisicamente, então de qualquer modo, alguém vai machucar,” disse o médico Paul Adams, do hospital Jackson.

A Polícia não confirma, mas imagens do rosto da vítima já circulam pela Internet.

  • 3 de Junho de 2012

O mendigo, cujo rosto foi comido pelo “Zumbi de Miami” durante um horrível ataque de 18 minutos há uma semana, foi em sua juventude um brilhante estudante de uma prestigiada escola de Nova York.

Uma foto do álbum de escola de Ronald Poppo foi obtida pelo New York Daily News. O jornal revela que Poppo estudou e trabalhou na Stuyvesant High School antes de se tornar sem-teto.

Na Foto: Ronald Poppo em 1964.

“A triste realidade é que existem muitas pessoas brilhantes que se tornam esquizofrênicos e acabam nas ruas”, disse Freshwater Felix, um colega de Poppo da Stuyvesant. Enquanto Poppo tornou-se um mendigo, Felix se tornou um famoso cirurgião plástico em Miami.

“Ele não era um dos mais populares caras do colégio mas era um bom garoto. Definitivamente não era o tipo de cara que você pensaria que poderia terminar nas ruas. Uma boa educação não resolve. É uma triste história”, disse Martin Paull, 65 anos, hoje um famoso arquiteto de Los Angeles.

“Ele assinou meu livro. Ele escreveu: ‘Muitas felicidades e paz!’ Mas eu realmente não tenho muitas lembranças dele”, disse o colega de classe e hoje banqueiro Bohdan Pasichny.

Em um novo vídeo divulgado, é possível ver que Ronald Poppo estava consciente durante o ataque e quando os paramédicos chegaram para atendé-lo. Ao colocá-lo na maca para levá-lo à ambulância, Poppo começa a agitar os braços e tem que ser amarrado pela equipe de médicos.

Poppo continua internado em estado grave, mas embora graves, lesões faciais geralmente não são fatais. O risco mais sério para Ronald Poppo foram os germes que podem ter sido introduzidos pelas mordidas do homem que o atacou.

“A boca humana é basicamente suja”, disse o Dr. Seth Thaller, chefe de cirurgia plástica e reconstrutiva da Universidade de Miami Miller School of Medicine. Segundo o especialista ele vai precisar de meses de tratamento para reconstruir suas feições e será permanentemente desfigurado.

Vídeo

Novas filmagens disponibilizadas mostram o terror pelo qual a vítima do Zumbi de Miami passou.

Em terríveis 18 minutos, o Zumbi de Miami Eugene Rudy ataca a vítima, tira suas calças e começa a mastigar o seu rosto. Tudo isso com carros e ciclistas passando pelos dois.

Os novos detalhes do terrível ataque foram capturados em imagens de vídeo adicionais tomadas por câmeras de segurança próximas ao edifício Miami Herald. Pelo menos cinco testemunhas, incluindo um guarda do Departamento de Transportes da Flórida, chamaram à polícia para relatar a macabra cena. Três ciclistas pedalaram pelos dois homens minutos antes da chegada do policial José Rivera. No vídeo é possível ver o policial chegando, ele verifica o fato e imediatamente saca da sua pistola, mas não é possível ver os tiros do policial pois ele subiu na rampa em um ângulo que a câmera não pode captar.

As novas filmagens sugerem que Eugene Rudy tropeçou em Ronald Poppo por acaso. O filme mostra Eugene andando nu pela rampa. Ele para em um local mas não é possível enxergá-lo devido a uma palmeira. Ele então encontra Poppo, o joga na passarela e começa a tirar sua roupa. Poppo parece chutá-lo em resistência. Enquanto isso dois ciclistas passam pelos homens, um motorista em um carro branco passa devagar pelo local. Muitos carros passam, entretanto para a maioria dos motoristas, a cena é difícil de se ver devido a um pequeno muro de concreto que existe ao longo da rodovia.

Motivo

O que levou o Zumbi de Miami a atacar um mendigo?

Como já sabido por vocês, Rudy Eugene, 31 anos, estava completamente nu quando atacou um mendigo semana passada em Miami. Rudy literalmente comeu o rosto do mendigo.

A pergunta que não quer calar é: O que levou Rudy a cometer tal ato?

Neste contexto, fontes policiais e médicas consultadas pela mídia local afirmam que, pela natureza brutal de suas ações, o atacante poderia estar sob efeito de alguma droga. Entre as substâncias a serem considerados como os gatilhos de ataques brutais, são citadas cocaína, ecstasy e sais de banho.

Sais de Banho é uma droga vendida ilegalmente em pacotes semelhante ao de sais de banho convencionais, é uma mistura das substâncias alucinogênicas sintéticas metilenodioxipirovalerona (MDPV) e mefedrona, que, por sua vez, também é conhecida como miau-miau.

“Nos últimos anos temos visto um grande aumento no consumo dos chamados sais de banho. Dois anos atrás foram relatados 300 casos. Este ano já são cerca de 6 mil. Seu uso provoca paranoia extrema, agitação, alucinações e força incomum. É muito difícil controlar alguém que tenha tomado estas substâncias. Eles ficam tão agitados e paranoicos, e apresentam um comportamento tão psicótico, que é impossível se comunicar com eles. Por exemplo, podem ser necessárias de seis a sete pessoas para controlar um homem de vinte e poucos anos e 70 quilos que tenha consumido essas substâncias, pois ela faz com que se perca a percepção de dor. A questão de estar nu pode ser explicada pois quem consome essas drogas tem a sensação de estar queimando por dentro, então se despe, ou tenta se refrescar pulando na água”, disse à BBC o médico Paul Adams, do Jackson Memorial Hospital, em Miami.

“Eles são capazes de atacar as suas próprias famílias. E também de golpear a cabeça contra a parede e fazer automutilação, com cortes nos braços e pernas, porque alteram o limiar da dor. Outra droga a ser considerada nesse caso é o spice que é um canabinoide sintético, vendido em postos de gasolina como incenso. Se fumado, provoca comportamento errático”, diz Patricia Junquera, professora assistente de psiquiatria na Universidade de Miami

A dúvidas de todos serão respondidas quando os exames toxicológicos de Rudy ficarem prontos. Até lá, tudo é especulação.

  • 10 de Junho de 2012

Autópsia revela que Zumbi de Miami não tinha carne humana no estômago.

O jornal Miami Herald publicou na última sexta-feira que a autópsia no corpo de Rudy Eugene revelou que não havia carne humana em seu estômago.

Os registros da autópsia não foram revelados para o público e provavelmente não estarão disponíveis até os promotores de Miami fecharem o caso. A autópsia ainda revelou que, apesar de não conter carne humana no seu estômago, havia vestígios de carne humana entre os seus dentes. Outros detalhes da autópsia não foram divulgados e ainda fica a pergunta se Rudy estava sob efeito de drogas.

Rudy Eugene em foto no seu perfil no Facebook.

A vítima, Ronald Poppo, continua internado no hospital Memorial Jackson em Miami onde já teria recebido enxertos de pele em seu rosto desfigurado. Até agora Poppo não foi capaz de dizer aos detetives de Miami o que aconteceu.

  • 12 de Junho de 2012

O Hospital Memorial Jackson em Miami liberou duas fotos da vítima do Zumbi de Miami. Ronald Poppo, 65 anos, teve o rosto comido por Rudy Eugene em um ataque em plena tarde de sábado.

As fotos foram liberadas com autorização de Ronal Poppo na tarde desta terça-feira. Uma das fotos mostra Poppo andando com ajuda de enfermeiros pelo corredor do hospital. A outra foto (em destaque) mostra o rosto de Poppo após três cirurgias realizadas. Um dos seus olhos está coberto por uma gaze, o outro (arrancado no ataque) está coberto por uma camada de pele. Ele não tem nariz.

Ronald Poppo caminha com ajuda de enfermeiros no Hospital.

A metade inferior do rosto de Poppo, incluindo seu bigode, parece não ter sofrido maiores danos. Os médicos disseram que aproximadamente 50% do rosto de Poppo foi perdido. Ele recorda do ataque, entende que está no hospital e está ciente da cobertura da mídia.

“Ele tem a satisfação de informar a todos vocês que está se sentindo bem, ele está comendo, está andando com a fisioterapeuta, ele está falando com nós”, afirmou Nicholas Namias, cirurgião do centro de Trauma Ryder da Universidade de Miami.

A cirurgiã plástica Dra. Wrood Kassira disse que o objetivo principal da equipe médica até agora tem sido a de limpar e fechar feridas no rosto de Poppo, e que o paciente teve uma resposta “lógica” para conversas sobre cirurgia reconstrutiva. “Temos profissionais de saúde mental para ajudá-lo com a situação e ele está lidando muito bem”, disse ela.

A médica confirmou que Poppo passou por três cirurgias e que o pior agora é o risco de infecção. Acrescentou que Poppo atualmente não pode enxergar pelo olho que restou e que também sofreu uma lesão cerebral semelhante a alguém em um acidente de carro.

Veja abaixo uma imagem de frente do rosto de Ronald Poppo


  • 12 de Agosto de 2012

A rede norte-americana CBS conseguiu com exclusividade trechos de uma fita gravada pela Polícia de Miami onde Ronald Poppo, 65 anos, vítima do terrível ataque do Zumbi de Miami, fala sobre o ataque que sofreu em maio passado. Na entrevista, o homem mostrou gratidão aos policiais que salvaram sua vida dizendo que se não fossem eles, teria sido pior.

“Ele apenas me rasgou em tiras. Ele mastigou omeu rosto. Ele arrancou os meus olhos. Basicamente isso é tudo o que há para dizer. Ele esfregou o meu rosto na calçada. Meu rosto está todo quebrado… Ele me estrangulava ao mesmo tempo que arrancava os meus olhos”, diz Poppo na fita.

Poppo ainda disse aos policiais que nunca havia visto o seu agressor, Rudy Eugene, e não sabe porque ele foi atacado. Poppo atualmente está internado em um centro de reabilitação após fazer várias cirurgias no rosto.

Um pouco mais sobre Ronald Poppo

Quando Ronald Poppo era uma criança nas décadas de 1950 e 1960, o Natal da família era um colorido só. Um trenzinho circulava incansavelmente a árvore de natal, o jantar da família de origem italiana era recheado de lasanhas e lulas. O bolo de ricota era o preferido do seu pai, que fazia aniversário no dia 25 de dezembro.

Havia sempre música, pois os Poppos tinham um talento especial para ela. Ronald era carinhosamente chamado por seus irmãos de Ronnie e como sua família, tinha talento para a música. Quando criança tocou violino, mas quando chegou à adolescência, assim como muitos outros jovens rebeldes (no bom sentido) da época, resolveu empunhar uma guitarra.

“Nós éramos pobres, mas não sabíamos que éramos pobres”, disse Antoinette Poppo, uma das irmãs de Ronald Poppo, em uma reportagem do jornal Miami Herald.

Depois de terminar o segundo grau em uma das melhores escolas de Nova York, a Stuyvesant, em 1964, Ronald começou a tocar guitarra em uma banda chamada The Famed Flying Berserks.

A entrada no rock foi o começo da ruína para o promissor Ronald Poppo.

“Ele entrou na música. Mas se misturou com o tipo errado de pessoas”, diz sua irmã.

Esse tipo errado de pessoas eram os jovens drogados da contracultura dos anos de 1960.

Segundo Stevan Porter, o outro guitarrista da banda, Ronald se juntou ao The Famed Flying Berserks em 1965. A banda procurava por um guitarrista e eles acabaram topando com Poppo “que tocava mas não cantava… Nós gostávamos dele. Ele era um cara normal, frequentava a faculdade, e você tinha que ser bem brilhante para frequentar a faculdade naquela época”, diz Stevan.

Na Foto: Ronald Poppo empunhando sua guitarra em 1965.Na Foto: Ronald Poppo empunhando sua guitarra em 1965. De um possível guitar hero a um mendigo. Créditos da Foto: Arquivo Pessoal de Stevan Porter.
Na Foto: The Famed Flying Berskers. A banda que tocava covers de bandas de rock britânicas. Ronald Poppo empunha sua guitarra atrás do baterista. Créditos: Arquivo Pessoal de Na Foto: The Famed Flying Berskers. A banda que tocava covers de bandas de rock britânicas. Ronald Poppo empunha sua guitarra atrás do baterista. Créditos: Arquivo Pessoal de Stevan Porter.

Ronald Poppo tocou dois anos com a banda que tocavam principalmente covers de bandas britânicas como The Beatles, Rolling Stones e The Animals. “Poppo amava os Beach Boys. Foi ele quem nos apresentou os discos da banda no meu quarto”, diz Stevan.

Poppo deixou seu cabelo crescer no melhor estilo Beatles e tinha o linguajar dos jovens da época. “Ele gostava de usar as expressões da época, tipo cool, like. Não lembro se ele usava drogas, mas se usava, era provavelmente maconha”, diz Stevan.

Os amigos de banda perderam contato com Poppo em meados de 1966. Segundo Stevan, ele simplesmente desapareceu. “Ele simplesmente desapareceu. Nunca mais o vimos. Ligamos em seu telefone e nada.”

Era o fim do The Famed Flying Berserks.

Registros policiais de Miami mostram que Poppo acumulou um longo histórico de pequenos delitos e uma vez foi baleado. Sua família perdeu o contato com ele no início da década de 1970. Nunca mais nenhum dos irmãos ouviu falar dele. Eles só viriam a saber sobre Ronald mais de 30 anos depois e de uma maneira bastante trágica, o que já é sabido por vocês.

Através das trágicas notícias sobre o ataque de Rudy Eugene, os irmãos de Ronald ficaram sabendo que ele estava vivo, para eles, Ronald estava morto a muito tempo. E foram através dos irmãos de Ronald, que pedaços de sua vida começaram a surgir.

Após o tratamento intensivo no Jackson Memorial Hospital, Ronald Poppo foi transferido para o Jackson Memorial Perdue Medical Center. Ele ocupa uma das 163 camas da reabilitação do hospital que fica ao sul de Miami. Desde o incidente, ele recusou pedidos de entrevista. Ele permitiu apenas que seus médicos fizessem uma conferência à imprensa em junho de 2012, mas não autorizou-os a falarem sobre suas condições. Fotos exibidas na conferência em junho (e mostradas acima) mostravam o rosto de Ronald como uma massa de coágulos e tecido cru, seu olho escondido sob retalhos de pele, o nariz partido, suas bochechas e testa parcialmente cobertas pelo tecido. Os médicos tiveram que remover um globo ocular mutilado na tentativa de salvar o outro e assim, devolver a visão a Ronald, mas não conseguiram.

Vendo notícias na TV, Antoinette Poppo descobriu que seu irmão não estava morto. Depois de mais de 30 anos, ela resolveu ir em sua direção.

“Ele não menciona o ataque. Ele gosta de andar pelo campo ao redor do hospital. Ele está feliz de estar lá. Ele realmente não fala muito. É tão triste que ele agora dependa de outras pessoas. Ele disse que o seu rosto ainda não curou, mas ele não quer mais fazer cirurgias porque dói muito”, disse ela sobre o irmão.

Talvez esse tenha sido o mais difícil Natal de Ronald Poppo. Uma funcionária do hospital disse que ele sabe que seus irmãos estão cientes sobre sua situação, mas ele pediu que ninguém os chamassem para a festa de Natal do hospital.

De uma certa forma a tragédia aproximou Ronald Poppo de sua família, mas mais excepcional ainda foi a descoberta de uma mulher chamada Janice Poppo DiBello. Sim, Janice Poppo é uma filha de Ronald Poppo, uma filha que nem ele e nem sua família sabiam existir.

Após o ataque, Janice entrou em contato com seus tios Albert Poppo e Joseph Poppo, irmãos de Ronald. Ninguém na família sabia da existência de Janice. Ronald teve um breve casamento no final dos anos de 1960, mas aparentemente largou a mulher grávida para viver nas ruas. Segundo sua irmã Antoinette, Ronald pediu para conversar com a filha.

Ronald Poppo, um jovem brilhante, com talento para a musica, mas que terminou como um mendigo renegado pela sociedade e que teve o rosto comido por um drogado. Mendigos são vistos pela sociedade como lixos humanos sem utilidade alguma. Muitos ao invés de ajudar, de estender uma mão, preferem cuspir ou passar longe de onde estão. É preciso, no mínimo, respeitar essas pessoas. Eles não tiveram a mesma oportunidade que vocês tiveram, e não interessa se eles foram fracos da cabeça, se envolveram com drogas… é preciso compaixão. Muitos tem uma história de vida surpreendente por trás de toda aquela sujeira. Histórias de vida que fariam vocês pensarem duas vezes antes de fazerem piadinhas.

  • Maio de 213 – Um ano do ataque

Ronald Poppo. Fotos: ALAN DIAZ. CBS News.Ronald Poppo. Fotos: ALAN DIAZ. CBS News.

Um ano após o ataque que desfigurou o seu rosto, pela primeira vez, Ronald Poppo, falou em público e mostrou o seu rosto.

“O Sr. Poppo nos pediu para falar sobre ele, para agradecer a comunidade os médicos por terem cuidado tão bem dele. Ele teve um longo ano, mas conseguiu lidar muito bem com o que aconteceu com ele. Eu diria que ele está satisfeito com o lugar onde está agora. Ele teve um extenso trauma no rosto. Foi ruim. Nós fomos capazes de fechar muitas dessas feridas que estavam abertas, e cobrir o globo ocular e fazer a reconstrução com enxerto de outras áreas”, disse em uma entrevista coletiva o Dr. Wrood Kassira, do Hospital Memorial Jackson.

“Alguns dos aspectos estruturais do seu nariz continuam em falta, mas ele está indo muito bem”, disse um dos cirurgiões que operaram Poppo, Dr. Urmen Desai.

Em um vídeo gravado pelo hospital e disponibilizado no youtube, Poppo agradece ao público. De acordo com os médicos, Poppo não quer mais se submeter a qualquer procedimento cirúrgico, apesar da possibilidade de melhorar ainda mais sua aparência.

“Demorei alguns meses para perceber que ele não está interessado. Ele não pode ver com o que ele se parece, mas isso não é importante”, disse o cirurgião Dr. Desai durante a coletiva de imprensa.

De acordo com uma matéria do site CBS News, o tratamento de Poppo é totalmente financiado pelo hospital e ele poderá ficar em tratamento o tempo que for preciso. Além disso, Poppo possui US$ 100 mil dólares que foram doados por cidadãos de Miami. A matéria ainda informou que Poppo está sendo ajudado por uma ONG que cuida de pessoas cegas e está pegando aulas de guitarra, algo que sabemos que ele fazia muito bem. Poppo não culpa Eugene pelo que aconteceu e, segundo uma enfermeira, ele chega a brincar com o ocorrido. “A única coisa que ele sempre me diz é: ‘Tenho certeza que aquele homem estava num dia ruim aquele dia'”, disse a enfermeira Adolfa Sigue.

Veja abaixo imagens de Ronald Poppo e o vídeo (legendado) disponibilizado pelo hospital Memorial Jackson onde Poppo aparece fazendo agradecimentos.

seta

Na Foto: Ronald Poppo no hospital Memorial Jackson durante seu aniversário de 66 anos. Créditos: Splash.Na Foto: Ronald Poppo no hospital Memorial Jackson durante seu aniversário de 66 anos. Créditos: Splash.
Na Foto: Ronald Poppo no hospital Memorial Jackson durante seu aniversário de 66 anos. Créditos: Splash.Na Foto: Ronald Poppo no hospital Memorial Jackson durante seu aniversário de 66 anos. Créditos: Splash.
Na Foto: Ronald Poppo no hospital Memorial Jackson. Créditos: Splash.Na Foto: Ronald Poppo no hospital Memorial Jackson. Créditos: Splash.
Na Foto: Ronald Poppo repousa sobre uma cama do hospital.Na Foto: Ronald Poppo repousa sobre uma cama do hospital.
Na Foto: Ronald Poppo tocando violão. Créditos: SplashNa Foto: Ronald Poppo tocando violão. Créditos: Splash.
Na Foto: Ronald Poppo no hospital Memorial Jackson. Créditos: Splash.Na Foto: Aparência atual de Ronald Poppo. Créditos: Splash.

Vídeo: Mensagem de Ronald Poppo

O hospital Memorial Jackson criou uma campanha no twitter para quem quiser enviar felicidades a Ronald Poppo. Envie sua mensagem com a hashtag #Wishes4Poppo para o Twitter do hospital (@jacksonhealth), e eles repassarão a mensagem para Poppo.


Curta O Aprendiz Verde No Facebook

"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz." (Platão)
Deixe o seu comentario:
  • Pingback: Apocalypse Zumbi ? Ataques "Zumbis" Explodem No Mundo | O Aprendiz Verde()

  • joicevcamargo

    Sem coragem de ver as fotos. Aaargh

  • Niilzinhaa

    Puts, fiquei com dó do cara…. ele não fez nada e o cara simplesmente mastigou o rosto dele, nem comer o cara comeu…. não tem mais noticias sobre o caso ??? se o Ronald ainda está no hospital…

  • http://www.facebook.com/lenicio.felinto Lenicio Felinto

    Sem coragem de refletir ou comentar sobre… to impressionado com a capacidade do ser humano de fazer mal a si próprio consumindo drogas…

    • Douglas

      Mas ta no texto ” É preciso, no mínimo, respeitar essas
      pessoas. Eles não tiveram a mesma oportunidade que vocês tiveram, e não
      interessa se eles foram fracos da cabeça, se envolveram com drogas, … é
      preciso compaixão. Muitos tem uma história de vida surpreendente por
      trás de toda aquela sujeira. Histórias de vida que fariam vocês pensarem
      duas vezes antes de fazerem piadinhas.” Pelo menos lê a porra do texto, pqp!

  • Pingback: Crimes Históricos: 22 Notorios e Horripilantes Crimes de 2012 | O Aprendiz Verde()

  • Pingback: Zona E | zonae.com.br()

DarkSide Books

RELACIONADOS

Dupla Identidade – Bruno Gagliasso

Glória Perez

Ilana Casoy

OAV TV

OAV TV

Queremos Você!

Queremos Você!

Siga-nos no Twitter

Siga-nos no Facebook!

21 Anos de Arquivo-X

20 Anos da Execução de Andrei Chikatilo

20 Anos da Execução de John Wayne Gacy

O nascimento de um serial killer

Categories

Contribua com O Aprendiz Verde!

Bate-Papo

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers