Mãe nega ter protegido spree killer

A mãe do spree killer Joseph Ntshongwana, conhecido como “Homem Machado”, disse para o juiz da Suprema Corte de Durban, África do Sul, que não tentou proteger seu filho...
Na foto: O spree killer Joseph Ntshongwana durante seu julgamento em abril de 2013. Créditos: East Coast Radio.

Na foto: O spree killer Joseph Ntshongwana durante seu julgamento em abril de 2013. Créditos: East Coast Radio.

A mãe do spree killer Joseph Ntshongwana, conhecido como “Homem Machado”, disse para o juiz da Suprema Corte de Durban, África do Sul, que não tentou proteger seu filho levando-o para tratamento psiquiátrico após ele ser acusado de estupro. Phyllina Letlaka disse ao juiz que: “Eu sou uma advogada, e eu sei que uma pessoa mesmo hospitalizado pode ser presa pela polícia. Eu alertei o investigador de que ele havia sido admitido em um hospital.”.

O ex-jogador de rugby do Blue Bulls enfrenta quatro acusações de assassinatos e duas acusações de tentativas de assassinato relativas à sua onda de matança durante uma semana de março de 2011.  Ele ainda é acusado de estupro e sequestro, em dezembro de 2010, quando seduziu uma mulher em seu carro e, em seguida, a manteve refém na casa em que morava com a mãe em Yellowwood Park.

Joseph alega inocência e diz não se lembrar de nada.

Letlaka, que testemunhou sobre os problemas mentais de seu filho, disse que depois de ter sido alertada sobre as acusações de estupro e sequestro, foi sozinha para o Centro de Polícia de Durban.

“Eu falei com os investigadores, eles disseram que havia uma queixa sobre um agressor que era doente mental.”, disse ela.

Ela, então, pediu para a polícia ajudar a colocá-lo em um hospital.

Letlaka acredita que seu filho seja doente mental – sofrendo de um “transtorno delirante” – e por isso ele não poderia ser criminalmente responsável por seus crimes, algo que seu psiquiatra, Abubaker Gangat, também acredita.

Entretanto, outros três psiquiatras que o avaliaram no Hospital Fort Napier relataram que suas tentativas de encobrir os crimes mostra que ele sabia distinguir o que era certo e errado.

Com informações: Iol News

Esta matéria teve colaboração de:

Tradução por:

Curta O Aprendiz Verde No Facebook



"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz." (Platão)
Deixe o seu comentario:
DarkSide Books

RELACIONADOS

Dupla Identidade – Bruno Gagliasso

Glória Perez

Ilana Casoy

OAV TV

OAV TV

Queremos Você!

Queremos Você!

Siga-nos no Twitter

Siga-nos no Facebook!

21 Anos de Arquivo-X

20 Anos da Execução de Andrei Chikatilo

20 Anos da Execução de John Wayne Gacy

O nascimento de um serial killer

Categories

Contribua com O Aprendiz Verde!

Bate-Papo

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers