Mãe nega ter protegido spree killer

A mãe do spree killer Joseph Ntshongwana, conhecido como “Homem Machado”, disse para o juiz da Suprema Corte de Durban, África do Sul, que não tentou proteger seu filho...
Na foto: O spree killer Joseph Ntshongwana durante seu julgamento em abril de 2013. Créditos: East Coast Radio.

Na foto: O spree killer Joseph Ntshongwana durante seu julgamento em abril de 2013. Créditos: East Coast Radio.

A mãe do spree killer Joseph Ntshongwana, conhecido como “Homem Machado”, disse para o juiz da Suprema Corte de Durban, África do Sul, que não tentou proteger seu filho levando-o para tratamento psiquiátrico após ele ser acusado de estupro. Phyllina Letlaka disse ao juiz que: “Eu sou uma advogada, e eu sei que uma pessoa mesmo hospitalizado pode ser presa pela polícia. Eu alertei o investigador de que ele havia sido admitido em um hospital.”.

O ex-jogador de rugby do Blue Bulls enfrenta quatro acusações de assassinatos e duas acusações de tentativas de assassinato relativas à sua onda de matança durante uma semana de março de 2011.  Ele ainda é acusado de estupro e sequestro, em dezembro de 2010, quando seduziu uma mulher em seu carro e, em seguida, a manteve refém na casa em que morava com a mãe em Yellowwood Park.

Joseph alega inocência e diz não se lembrar de nada.

Letlaka, que testemunhou sobre os problemas mentais de seu filho, disse que depois de ter sido alertada sobre as acusações de estupro e sequestro, foi sozinha para o Centro de Polícia de Durban.

“Eu falei com os investigadores, eles disseram que havia uma queixa sobre um agressor que era doente mental.”, disse ela.

Ela, então, pediu para a polícia ajudar a colocá-lo em um hospital.

Letlaka acredita que seu filho seja doente mental – sofrendo de um “transtorno delirante” – e por isso ele não poderia ser criminalmente responsável por seus crimes, algo que seu psiquiatra, Abubaker Gangat, também acredita.

Entretanto, outros três psiquiatras que o avaliaram no Hospital Fort Napier relataram que suas tentativas de encobrir os crimes mostra que ele sabia distinguir o que era certo e errado.

Com informações: Iol News

Esta matéria teve colaboração de:

Tradução por:

Curta O Aprendiz Verde No Facebook



"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz." (Platão)
Deixe o seu comentario:
DarkSide Books

RELACIONADOS

Dupla Identidade – Bruno Gagliasso

Glória Perez

Ilana Casoy

OAV TV

OAV TV

Queremos Você!

Queremos Você!

O Aprendiz Verde no Whatsapp!

OAV no Whatsapp

Siga-nos no Facebook!

Siga-nos no Twitter!

21 Anos de Arquivo-X

20 Anos da Execução de Andrei Chikatilo

20 Anos da Execução de John Wayne Gacy

O nascimento de um serial killer

Categorias

Contribua com O Aprendiz Verde!

Bate-Papo

Blogs Brasil

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers

Receba nosso conteúdo no WP
Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers

Receba nosso conteúdo no WP