Serial killer Mark Alan Smith tem pedido de liberdade condicional negado

Mais de quatro décadas após seus crimes, o serial killer confesso Mark Alan Smith continua a torturar os familiares de suas vítimas. A cada três anos, familiares das mulheres...
Mark Alan Smith
Na foto: O serial killer Mark Alan Smith. Créditos: Murderpedia.

Na foto: O serial killer Mark Alan Smith. Créditos: Murderpedia.

Mais de quatro décadas após seus crimes, o serial killer confesso Mark Alan Smith continua a torturar os familiares de suas vítimas.

A cada três anos, familiares das mulheres que ele matou aparecem diante do Conselho de Liberdade Condicional para pedir a negação de sua liberação antecipada. Ontem, 20 de Agosto, aconteceu mais uma audiência.

Smith é responsável por dois assassinatos no Condado de McHenry na década de 1970; um terceiro assassinato foi cometido no Condado Cook, e um quarto no estado do Arkansas. Em sua admissão relatada no livro de sua autoria “Legally Sane”, Smith admite pelo menos outros oito assassinatos na Alemanha, onde serviu o exército durante a Guerra do Vietnã.

Ele cometeu seu primeiro assassinato aos 20 anos, quando estuprou e assassinou Jean Bianchi, 27, mãe de dois filhos. Depois foi a vez de Jean Anne Lingenfelter, 17. Bianchi, desapareceu em 20 de Janeiro de 1970. Smith forçou a vítima a entrar em seu carro onde a esfaqueou e estuprou. Ele descartou seu corpo jogando-o de uma ponte. Quando estava indo embora, viu a moça subindo pelo barranco. Ela estava viva, mas por pouco tempo. No livro ele conta que pôde ouvir os pulmões da vítima se enchendo de sangue após furá-los. O corpo de Bianchi foi encontrado três dias depois parcialmente congelado.

“Ele se gabava disso. É o seu orgulho”, disse Gina Savini, promotora do Condado de Cook.

Quatro meses após o assassinato cruel de Bianchi, ele matou a adolescente Jean Lingenfelter. Seu corpo nu foi encontrado por um casal que andava numa praia do Parque Lakeland. Entre o assassinato de Bianchi e Lingenfelter, ele estrangulou Janice Bolyard com sua própria meia-calça.

Smith foi condenado a 500 anos de prisão, mas é elegível para liberdade condicional a cada três anos. Recentemente uma lei foi aprovada para que seus pedidos de liberdade condicional sejam feitos a cada cinco anos.

Com informações: Northwest Herald

"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz." (Platão)
Deixe o seu comentario:
DarkSide Books

RELACIONADOS

Dupla Identidade – Bruno Gagliasso

Glória Perez

Ilana Casoy

OAV TV

OAV TV

Queremos Você!

Queremos Você!

O Aprendiz Verde no Whatsapp!

OAV no Whatsapp

Siga-nos no Facebook!

Siga-nos no Twitter!

21 Anos de Arquivo-X

20 Anos da Execução de Andrei Chikatilo

20 Anos da Execução de John Wayne Gacy

O nascimento de um serial killer

Categorias

Contribua com O Aprendiz Verde!

Bate-Papo

Blogs Brasil

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers

Receba nosso conteúdo no WP
Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers

Receba nosso conteúdo no WP