Art Guenther, o proprietário que expulsou o serial killer Jeffrey Dahmer de seu bar

Há 34 anos, Art Guenther atende seus clientes no Just Art’s Saloon, um bar de sua propriedade que fica em Walker’s Point, um bairro da cidade de Milwaukee, Wisconsin. Recentemente...
Jeffrey Dahmer - Bar

Na foto: O bartender Art Guenther no bar Just Art’s, em Walker's Point. Créditos: Urban Milwaukee.

Na foto: O bartender Art Guenther no bar Just Art’s, em Walker’s Point. Créditos: Urban Milwaukee.

Há 34 anos, Art Guenther atende seus clientes no Just Art’s Saloon, um bar de sua propriedade que fica em Walker’s Point, um bairro da cidade de Milwaukee, Wisconsin.

Recentemente tema da coluna Milwaukee Stories do website Urban Milwaukee, Guenther contou um fato curioso: ele expulsou do seu bar ninguém menos que o serial killer canibal Jeffrey Dahmer.

“Minha atitude com qualquer pessoa era: não faça merda comigo e eu não faço merda com você. Você faz merda comigo, eu farei merda com você… viva e deixe viver é a minha atitude.”, disse Guenther para o Urban Milwaukee.

Segundo Guenther, seu bar era o único “endireitado” em um bairro que abrigava a cena gay de Milwaukee, em outras palavras, o Just Art’s Saloon era o único bar de Walker’s Point não destinado ao público homossexual.

“Foi uma espécie de pontapé [sobre ser o primeiro bar não gay de Walker’s Point]. No Club 219, eles tinham uma licença de cabaré e colocavam esses shows [drag queens], e após o término dos shows, como eu vendia comida aqui, eles vinham com seus vestidos parecendo a Cher ou a Marilyn Monroe, era legal.”, diz ele sobre os homens que se vestiam de mulheres no bar-boate Club 219, uma das mais famosas casas gays de Milwaukee no final da década de 1980.

Quem leu nosso “livro” sobre o serial killer Jeffrey Dahmer sabe que o canibal caçava suas vítimas nos bares gays de Walker’s Point. Dahmer, que era homossexual, frequentava esses bares em busca de potenciais vítimas e muitas foram pegas no Club 219. Poderia Dahmer ter frequentado também o bar de Guenther?

“Eu conheci o Dahmer aqui, ele entrou. Eu não sabia que ele era o ‘Dahmer’, então, como alguns patetas que vinham aqui e não compravam bebidas e ficavam incomodando meus clientes, eu o chutei para fora.”, revelou Guenther.

Como ele se sentiu quando descobriu quem era Dahmer? “Nada, eu chutava para fora um monte de pessoas.”.

A reportagem do Urban Milwaukee não dá mais detalhes sobre o insólito encontro de Guenther com o serial killer, mas podemos especular com base no conhecimento que temos sobre Dahmer.

Em primeiro lugar, pelo que foi revelado na matéria, o bar de Guenther não era um local frequentado por gays. Dahmer, então, pode ter se aproximado de clientes no bar e os mesmos, se sentido incomodados, terem reclamado com Guenther, que tomou a decisão de expulsá-lo. Se Dahmer frequentava o bar ou foi expulso na primeira vez que entrou lá, isso não foi revelado, mas convenhamos, para o dono de um estabelecimento expulsar um cliente é preciso que o cara seja muito inconveniente.

Sabemos também que, certa vez, Dahmer foi expulso de um clube de sauna por dopar um associado. Em um dos bares gays de Walker’s Point, o The Phoenix, ele ficou conhecido por levar homens ao seu apartamento e dopar. Guenther disse na reportagem que expulsou Dahmer após ele incomodar seus clientes. Poderia Dahmer ter usado da tática de dinheiro por fotografias, dopado algum (ou alguns) e voltado ao bar em busca de mais homens? Assim sendo expulso, como no clube de sauna, por Guenther? Também é uma possibilidade.

O que fica dessa historinha de Guenther é que existem muitas outras perdidas sobre Dahmer. O serial killer mudou para Milwaukee em 1981 e só foi preso dez anos depois. O quanto ele não aprontou nesses dez anos? Quantos lugares não deve ter frequentado e em quantas confusões não deve ter se metido? Dahmer chegou a confessar o envolvimento com mais de 100 homens de Chicago e Milwaukee. Sabemos que muitos homossexuais escondem sua orientação sexual, e talvez seja por isso – aliado ao fato de Dahmer ser um serial killer canibal – que suas histórias não tenham aparecido para o público.

A história completa de Jeffrey Dahmer pode ser lida no post Serial Killers: O Canibal de Milwaukee.

Com informações: Urban Milwaukee

Curta O Aprendiz Verde No Facebook


"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz." (Platão)
Deixe o seu comentario:
DarkSide Books

RELACIONADOS

Dupla Identidade – Bruno Gagliasso

Glória Perez

Ilana Casoy

OAV TV

OAV TV

Queremos Você!

Queremos Você!

Siga-nos no Twitter

Siga-nos no Facebook!

21 Anos de Arquivo-X

20 Anos da Execução de Andrei Chikatilo

20 Anos da Execução de John Wayne Gacy

O nascimento de um serial killer

Categories

Contribua com O Aprendiz Verde!

Bate-Papo

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers