Romênia: Canibal conhecido como “Comedor de Mulheres” sai em liberdade

Um homem suspeito de ter assassinado três mulheres e as comido foi autorizado pela corte romena a sair em liberdade. Estuprador condenado, Vasile Lavric, conhecido como “O Comedor de...

Na foto: Após anos impune, canibal romeno Vasile Lavric é preso em conexão com a morte de três mulheres. Créditos: Libertatea.Na foto: Após anos impune, canibal romeno Vasile Lavric é preso em conexão com a morte de três mulheres. Data: Abril de 2014. Créditos: Libertatea.

Um homem suspeito de ter assassinado três mulheres e as comido foi autorizado pela corte romena a sair em liberdade. Estuprador condenado, Vasile Lavric, conhecido como “O Comedor de Mulheres”, argumentou que seu negócio na área de mecânica de carros estaria arruinado se ele fosse mantido preso enquanto não fosse julgado. Um tribunal concordou com o argumento dizendo que a investigação policial que levou à sua prisão levou muito tempo.

O canibal já está nas ruas e como a Romênia não possui tornozeleiras eletrônicas, detetives fazem viagens ocasionais até sua casa no nordeste do país para verificar se Vasile está lá.

A macabra e surpreendente história de Lavric começa em 1993. Neste ano, sua segunda esposa faleceu de ataque cardíaco e ele casou-se com uma jovem de origem humilde chamada Nicoleta. Um ano depois, os pais de Nicoleta acusaram Lavric de ter tido um caso com a filha do meio do casal – portanto, irmã de sua esposa – Iuliana, 18, que desapareceu em 1995.

A mãe de Nicoleta e Iuliana, Cornelia, disse ao jornal romeno 24 Digi que “Eu a vi pela última vez quando ela entrou na van de Vasile, e nunca mais a vi.”

Apesar das suspeitas, nada aconteceu ao homem. Iulieta continuou desaparecida e a polícia não dando muita atenção ao caso. O corpo da jovem nunca foi encontrado e Vasile continuou casado com a irmã mais velha.

Em 1999, mais uma reviravolta. Vasile iniciou um romance com a caçula das irmãs, Ramona, de apenas 13 anos. Ela engravidou dele e deu à luz a um menino. Na época ele admitiu o relacionamento, mas afirmou ter sido “abusado”.

“Ela estava flertando comigo. Teve uma festa, todos nós bebemos vodka e cerveja, e quando ficamos sem bebida minha esposa saiu para comprar. Então Ramona veio até o meu quarto, tirou minha calça e me empurrou na cama. Não me lembro de muita coisa depois disso. Eu estava bêbado”, disse ele.

Então, em 2005, Nicoleta desapareceu. A última testemunha a vê-la com vida disse que ela estava no carro com o marido. Questionado, Lavric disse não saber o paradeiro da esposa. Ela estaria enciumada devido ao seu caso com Ramona e um dia saiu de casa para nunca mais voltar. Logo depois do desaparecimento de Nicoleta, sua irmã mais nova Ramona mudou-se para a casa de Lavric. Dois meses depois foi a vez de Ramona desaparecer.

O caso parecia óbvio demais, mas apesar de todas as suspeitas, a falta de um corpo emperrava as investigações. E foi só em Abril deste ano que a polícia prendeu o monstro. Os ossos das três irmãs foram encontrados enterrados no jardim de Lavric e segundo as autoridades há indícios de que ele tenha cozinhado as vítimas e as comido.

“Cometemos um grande erro, apesar de todas as suspeitas levou-se muito tempo para colocar tudo no lugar, e foi apenas quando uma equipe especial começou a trabalhar no caso. É uma loucura que um homem como esse possa estar livre, mas é isso o que acontece quando um caso leva muito tempo,” disse um policial romeno.


Na foto: De blusa azul, a atual mulher de Vasile Lavric. Ela jura de pés juntos que seu marido é "inocente". No detalhe à esquerda, duas das vítimas do canibal: as irmãs Nicoleta e Ramona. Créditos: Libertatea.Na foto: De blusa azul, a mulher que vive atualmente com Vasile Lavric. Ela jura de pés juntos que seu marido é “inocente”. No detalhe à esquerda, duas das vítimas do canibal: as irmãs Nicoleta e Ramona. Créditos: Libertatea.

Fontes consultadas: Daily Mail, Libertatea (Romênia), 24 Digi (Romênia).

Curta O Aprendiz Verde No Facebook



"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz." (Platão)
Deixe o seu comentario:
DarkSide Books

RELACIONADOS

Dupla Identidade – Bruno Gagliasso

Glória Perez

Ilana Casoy

OAV TV

OAV TV

Queremos Você!

Queremos Você!

Siga-nos no Twitter

Siga-nos no Facebook!

21 Anos de Arquivo-X

20 Anos da Execução de Andrei Chikatilo

20 Anos da Execução de John Wayne Gacy

O nascimento de um serial killer

Categories

Contribua com O Aprendiz Verde!

Bate-Papo

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers