Jeffrey Dahmer Arquivos do FBI: Evidências encontradas

“Shades are drawn No one out can see What I’ve done What’s become of me Here I stand Above all that’s been true How I love How I love...
Arquivos do FBI - Dahmer

Jeffrey Dahmer - Arquivos do FBI - Evidências Encontradas

“Shades are drawn
No one out can see
What I’ve done
What’s become of me
Here I stand
Above all that’s been true
How I love
How I love to kill you.”

[Trecho da música “213”, da banda Slayer- álbum “Divine Intervention”]

Este sexto e último post da série Jeffrey Dahmer Arquivos do FBI aborda as evidências encontradas pela polícia no apartamento do serial killer, assim como resultados de exames forenses realizados. Estes dados estão contidos, principalmente, no Documento 6 dos arquivos liberados pelo Bureau sobre o caso.

À procura de um lugar seguro onde pudesse consumar suas fantasias mais aterradoras, Jeffrey Dahmer fez a escolha mais óbvia e, por isso, mais arriscada: sua própria residência. O trecho da canção acima é uma leitura surpreendentemente fiel da relação de Jeffrey Dahmer com suas vítimas e com o apartamento 213, onde foi guardando e acumulando seus segredos. Ali, ele se sentia protegido dos olhares de fora. Olhares que iriam, por certo, julgá-lo e condená-lo.

Foi assim até a polícia cruzar a porta e logo descobrir uma quantidade ostensiva de evidências que apontavam para Dahmer como um assassino em série – responsável pela morte de mais de uma dezena de rapazes – necrófilo e canibal. A máscara caiu com a velocidade com que o vento desfaz um castelo de areia. A face real assustou a todos: o público a acompanhar as notícias, os profissionais da mídia e mesmo policiais mais experientes e habituados a lidar com o pior do ser humano.

Este post, extraído do PDF 6 dos arquivos do FBI, enumera tudo o que a investigação reuniu para implicar o Canibal de Milwaukee nos crimes. De serrotes a crânios, os itens deixam ao alcance da nossa imaginação o período no qual o desejo de matar atingiu seu ápice. Ou a cena-chave de um filme verdadeiro do início ao fim, mas que, de tão absurdo, poderia flertar com a ficção.

Cidade de Milwaukee – Philip Arreola, Chefe de Polícia

12 de Agosto de 1991

DIRETOR
Federal Bureau of Investigation
10th Street & Pennsylvania Avenue, N.W.
Washington, D.C.

Atenção: Laboratório do FBI

Caro Senhor:

RE:            ARQUIVO MPD               #91-51767 (M2472)
                  SUSPEITO:                        Dahmer, Jeffrey L., W/M, Data de Nascimento: 21/5/60
             

                   CRIME:                          MÚLTIPLOS HOMICÍDIOS
                   LOCAL:                          924 N. 25th St., #213, (Milwaukee, Wisconsin)
                   DATA:                            Entre Novembro de 1987 e 19 de Julho de 1991.

“Em 23 de Julho de 1991, os restos mortais de onze vítimas decapitadas e desmembradas foram encontrados no apartamento de Jeffrey Dahmer. Investigação subsequente implicou Dahmer nos homicídios de dezessete pessoas. Os ítens submetidos a exames foram originalmente recuperados do apartamento de Dahmer em 23 de Julho de 1991.

 

DESCRIÇÃO DAS EVIDÊNCIAS:

  1. A. Caixa contendo faca Explorer Bushwhacker modelo 21-166, bainha de couro preto.

    B. Colher de pau de 68 centímetros.

    C. Serrote de mão Disston com lâmina de 16 centímetros.

    D. Serrote de mão – suporte plástico preto e lâmina de 30 centímetros.

    E. Lâmina de serra de 40 centímetros.

    F. Lâmina de serra de 33 centímetros.

    G. Lâmina de serra de 31 centímetros.

    H. Lâmina de serra preta de 31 centímetros.

    I. Faca com suporte plástico branco.

    J. Faca Ecko com lâmina de 10 centímetros.

    K. Faca Sheffield com lâmina de 7,6 centímetros.

    L. Escova dental Oral B.

    M. Furadeira elétrica Sears Craftsman de 9,5 polegadas.

    N. Computador laptop Myoda, modelo LT3500, ser/35002853.

    O. Software, kit de software Central Point.

    P. Manual de usuário para computador laptop, modelo LT3500.

    Q. Guia de computador – Microsoft Learning DOS.

    R. Agulha hipodérmica.

    S. Saco de papel contendo filtro e detritos aspirados do carpete.

    T. Saco de papel contendo filtro e resíduo aspirado de vaso de alumínio.

    U. Saco de papel contendo filtro e resíduo aspirado de armário.

    V. Ladrilhos de pavimento, dois pedaços.

    W. Amostra de tecido manchado tirado de baixo de almofadas de sofá.

    X. Amostra de tecido de sofá manchado.

    Y. Amostra de tecido não manchado tirado de baixo de almofadas de sofá.

    Z. Amostra de tecido de sofá não manchado.

    AA. Amostra de tecido manchado tirado de baixo de almofada de cadeira.

    AB. Amostra de tecido não manchado tirado de baixo de almofada de cadeira.

    AC. Amostra de tecido de cadeira manchado.

    AD. Amostra de tecido manchado tirado de almofada de cadeira.

    AE. Amostra de tecido de cadeira não manchado.

    AF. Saco coletor de aspirador de pó Mighty-Mini.

    AG. Filtro de aspirador de pó Mighty-Mini.

    AH. Saco de papel contendo raspas de material seco de cima do fogão.

    AI. Saco de papel contendo raspas de material seco.

    AJ. Amostra da almofada do colchão, imaculada.

    AK. Amostra de almofada de colchão, manchada.

    AL. Fronha de tecido preto, ensanguentada.

    AM. Amostra de tecido do travesseiro, manchado.

    AN. Amostra de tecido do travesseiro, imaculado.

    AO. Amostra de lençol, imaculado.

    AP. Amostra de lençol, manchado.

    AQ. Amostra do tapete da sala, imaculado.

    AR. Amostra do tapete da sala, manchado.

    AS. Amostra de tecido do colchão, manchado.

    AT. Amostra de tecido do colchão, manchado.

    AU. Amostra de tecido do colchão, imaculado.

    AV. Amostra de tecido de cama box, manchado.

    AW. Amostra de tecido de cama box, imaculado.

    AX. Amostra de tecido de cama box, imaculado.

    AY. Amostra de tecido de cama box, manchado.

    AZ. Amostra de tecido de cama box, manchado.

    BA. Amostra de tecido de cama box, imaculado.

    BB. Amostra do tapete do quarto, manchado.

    BC. Amostra do tapete do quarto, manchado.

    BD. Amostra do tapete do quarto, imaculado.

    BE. Amostra do tapete do quarto, manchado.

    BF. Amostra do tapete da sala de estar, manchado.

    BG. Amostra do tapete da sala de estar, imaculado.

    BH. Amostra da almofada do tapete da sala de estar, imaculada.

    BI. Amostra da almofada do tapete da sala de estar, manchada.

    BJ. Amostra do tapete da sala de estar, manchado.

    BK. Amostra da almofada do tapete da sala de estar, manchada.

    BL. Envelope lacrado contendo amostras de saliva, cabelo da cabeça, cabelo púbico, cabelos do tronco, e unhas dos restos mortais de Oliver Lacy, do exame post-mortem.

    BM. Saco selado contendo amostras congeladas da margem lombar, medula óssea e cartilagem anterior da sexta costela dos restos mortais de Oliver Lacy, do exame post-mortem.

    BN. Saco lacrado contendo amostras congeladas de margens cervicais e lombares e medula óssea dos restos de Joseph Bradenhoft, do exame post mortem.

    BO. Envelope lacrado contendo amostras congeladas das margens cervicais e lombares e medula óssea dos restos mortais de Joseph Bradenhoft, do exame post mortem.

    BP. Saco lacrado contendo margens cervicais e lombares congeladas, medula óssea e crânio esburacado dos restos de Jeremiah Weinberger.

    BQ. Envelope selado contendo molares superiores e amostra de crânio esburacado dos restos de Konerak Sinthasomphone, do exame post mortem.

    BR. Envelope selado contendo molares superiores e amostra de crânio esburacado dos restos de Tony Hughes, do exame post mortem.

    BS. Envelope selado contendo molares superiores e amostra da tinta do crânio de Ernest Miller, do exame post mortem.

    BT. Envelope selado contendo padrões e combinações de pelo púbico, cabelo, molares superiores e amostra da tinta do crânio dos restos de Anthony Sears, do exame post mortem.

    BU. Envelope selado contendo molares superiores e amostra da tinta do crânio dos restos de Raymond Smith, do exame post mortem.

    BV. Envelope selado contendo molares superiores e amostra de crânio esburacado dos restos de Errol Lindsey, do exame post mortem.

    BW. Envelope selado contendo combinações e padrões de pelo público e molares superiores dos restos de Curtis Straughter, do exame post mortem.

    BY. Envelope selado contendo cabelo da cabeça e amostra de saliva dos restos mortais de Matt Turner, do exame post mortem.

    BZ. Saco lacrado contendo margens lombares e cervicais congeladas, medula óssea, pelo da pélvis, pedaços de pele e margem costal direita dos restos mortais de Matt Turner, do exame post mortem.

    CA. Amostra de sangue em frasco de vidro, lacrado com saco plástico, obtida de Jeffrey L. Dahmer, branco/masculino, data de nascimento: 21/05/1960.

    CB. Amostra de cabelo obtida de Jeffrey L. Dahmer.

    CC. Amostra de pelos púbicos obtida de Jeffrey L. Dahmer.

    CD. Foto Polaroid mostrando a vítima de homicídio Jeremiah Weinberger e a perna e o pé direito do suspeito.

    CE. Foto Polaroid mostrando a vítima de homicídio Ernest Miller e a mão e o antebraço esquerdo do suspeito.

    CF. Foto Polaroid mostrando a vítima de homicídio David Thomas.

    CG. Fronha preta ensanguentada.

    CH. Amostras e controles de sangue.

PÁGINA 6
EXAME DAHMER
12 DE AGOSTO DE 1991

EXAME REQUERIDO: 

Os itens N, O, P e Q consistem de um computador, software e manuais; solicita-se que sejam examinados para determinar se contém informação acerca das vítimas e das atividades do suspeito. 

Solicita-se que todos os itens, exceto N, O, P, e Q, sejam examinados visando à presença de sangue, cabelo, fibra, tecido epitelial, drogas, resíduo de tiro e qualquer outro traço de evidência que se julgue apropriado. 

Os itens CA, CB e CC foram obtidos do suspeito, Jeffrey L. Dahmer, e estão sendo tidos como padrões de comparação com qualquer evidência de cabelo, sangue ou fluido obtida. Além disso, solicita-se que o item CA seja examinado e que o International Blood Grouping e Alternate Blood Groupings seja estabelecido.

Os itens A, C, D, E, F, G e H, que sejam comparados com marcas nos itens BM, BO, BQ e BZ. 

Solicita-se que os molares contidos nos itens BR, BS, BT e BU, BV e BX sejam examinados em uma tentativa de determinar os grupos sanguíneos das vítimas e determinar seus grupos sanguíneos internacionais e alternativos. Eles são ainda fornecidos para comparação com qualquer questão de evidência de sangue determinada que esteja nos itens desta transmissão. 

Solicita-se que o item AJ, uma pequena broca, seja comparado com os buracos na amostra dos crânios nos itens BQ, BR, BS e BW. 

Solicita-se que os itens BL, BN, BP e BY sejam examinados quanto à presença de evidência de agressão sexual, incluindo sangue, sêmen e qualquer outro traço de evidência que se julgue apropriado. Se encontrados, determinar classificações de tipo e determinar se são secretores ou não secretores. 

Os itens CD, CE e CF contêm fotos Polaroid das vítimas tiradas pelo suspeito; solicita-se que essas fotos sejam examinadas e, se possível, reforçadas em prol da identificação do suspeito e das vítimas. 

QUANDO OS ITENS DE EVIDÊNCIA FOREM PROCESSADOS, FAVOR CONTATAR ESTE DEPARTAMENTO COM QUALQUER INFORMAÇÃO OBTIDA  

PHILIP ARREOLA

CHEFE DE POLÍCIA

O Computador de Dahmer

O drive de disco C: continha apenas software. Nenhum dado de arquivo exceto aqueles disponibilizados pelos fabricantes do software foram localizados. Os arquivos ocultos eram tanto arquivos do sistema operacional MS-DOS como programas relacionados ao pacote do software comercial Pctools, da Central Point Software. Um arquivo deletado foi localizado no C:\directory. Este é um arquivo de configuração do sistema.

O drive D: não continha nenhum programa ou dado de arquivo. Nenhum arquivo deletado ou oculto foi localizado no D:.

Após a recepção no Laboratório do FBI, o laptop Myoda não inicializava. O computador foi levado até PKI/Myoda 1053 Shore Road, Naperville, Il, em 11 de Setembro de 1991 para reparo. A placa mãe foi trocada. Durante o processo de reparo alguns arquivos do Pctools que são usados para monitorar o sistema de configuração foram duplicados. Esta é uma ocorrência normal quando esta opção é escolhida do pacote de software Pctools.

Os disquetes Q58a, Q58i, Q60 e Q60a continham arquivos de programas de software do Pctools e Microsoft Learning Dos. Nenhum dado, arquivo deletado ou oculto foi localizado nestes discos.

Todos os arquivos disponibilizados pelo FBI do caso Jeffrey Dahmer podem ser acessados na plataforma Vault.

A história completa de Jeffrey Dahmer, o “Canibal de Milwaukee”, pode ser lida no link abaixo:

Fonte consultada: FBI Records: The Vault. Jeffrey Lionel Dahmer.

Esta matéria teve colaboração de:

Tradução:
rafa

Texto:
clara

Curta O Aprendiz Verde No Facebook


"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz." (Platão)
Deixe o seu comentario:
  • Idêmia

    É tanta coisa que encontraram que dá até preguiça de ler, gente do céu, que maluco esse cara.

DarkSide Books

RELACIONADOS

Dupla Identidade – Bruno Gagliasso

Glória Perez

Ilana Casoy

OAV TV

OAV TV

Queremos Você!

Queremos Você!

Siga-nos no Twitter

Siga-nos no Facebook!

21 Anos de Arquivo-X

20 Anos da Execução de Andrei Chikatilo

20 Anos da Execução de John Wayne Gacy

O nascimento de um serial killer

Categories

Contribua com O Aprendiz Verde!

Bate-Papo

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers