Mikhail Popkov: serial killer russo pode estar envolvido em mais de 50 assassinatos

Capturado em 2012 e condenado à morte em 2015 pelo assassinato de 22 mulheres, o "Lobisomem" siberiano Mikhail Popkov voltou ao noticiário internacional.
Mikhail Popkov
O serial killer russo Mikhail Popkov e sua filha. Popkov era casado há mais de 20 anos quando foi desmascarado como um frio assassino em série.

O serial killer russo Mikhail Popkov e sua filha. Popkov era casado há mais de 20 anos quando foi desmascarado como um frio assassino em série.

Capturado em 2012 e condenado à morte em 2015 pelo assassinato de 22 mulheres, o “Lobisomem” siberiano Mikhail Popkov voltou ao noticiário internacional. Não se pode esperar boa coisa vinda de um serial killer, e este é o caso de Popkov.

Após um ano na solitária, o sinistro assassino resolveu abrir a boca. A mídia russa divulgou nesta terça-feira, 12 de Abril, que o serial killer levou a polícia aos restos mortais de muitas, mas muitas mulheres que antes acreditavam estar desaparecidas.

Autoridades se recusaram a dizer o número total de novas descobertas devido a investigação ainda estar em andamento. Então, rumores começaram a pipocar entre jornalistas. Muitos veículos de comunicação russos citam até que o número total de vítimas de Popkov pode ultrapassar o pior serial killer do país de todos os tempos: Andrei Romanovich Chikatilo.

“A investigação levará um longo tempo porque há muitos casos. Ele nomeou os locais onde os corpos estavam escondidos. Nós encontramos estes corpos e checamos seu envolvimento. Ele disse exatamente onde e o que. Um grande número de corpos já foram confirmados. Revelaremos o número exato posteriormente”, disse Andrei Bunayev, investigador-chefe do caso.

Mikhail Popkov evitou sua prisão durante décadas porque era policial e sabia sobre as investigações. Além disso, ninguém na força policial poderia imaginar que um deles estivesse envolvido em assassinatos em série.

Como policial, Popkov era capaz de passar confiança às suas vítimas mulheres, oferecendo caronas durante a noite. Ele, então, as levava a locais remotos e atacava sexualmente suas jovens vítimas, matando-as com machados, facas ou chaves de fenda. Os corpos eram descartados em florestas ou no acostamento de rodovias, muitas nunca foram encontradas.

Ele foi preso em 2012, após seu DNA ser ligado à morte de 22 mulheres cujos corpos foram encontrados.


Com informações: Siberian Times

Curta O Aprendiz Verde No Facebook


"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz." (Platão)
Deixe o seu comentario:
DarkSide Books

RELACIONADOS

Dupla Identidade – Bruno Gagliasso

Glória Perez

Ilana Casoy

OAV TV

OAV TV

Queremos Você!

Queremos Você!

Siga-nos no Twitter

Siga-nos no Facebook!

21 Anos de Arquivo-X

20 Anos da Execução de Andrei Chikatilo

20 Anos da Execução de John Wayne Gacy

O nascimento de um serial killer

Categorias

Contribua com O Aprendiz Verde!

Bate-Papo

Blogs Brasil

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers