Mikhail Popkov: serial killer confessa mais 59 assassinatos

Um serial killer condenado por ter matado 22 mulheres confessou outros 59 assassinatos.   O ex-policial Mikhail Popkov, conhecido como “Lobisomem”, foi condenado à prisão perpétua pelo assassinato de...
Mikhail Popkov
Mikhail Popkov

Mikhail Popkov: Policial, pai de família e serial killer.

Um serial killer condenado por ter matado 22 mulheres confessou outros 59 assassinatos.  

O ex-policial Mikhail Popkov, conhecido como “Lobisomem”, foi condenado à prisão perpétua pelo assassinato de várias mulheres em 2015. No início de janeiro, ele admitiu às autoridade dezenas de outros homicídios. Se confirmados, Popkov se tornará um dos mais prolíficos serial killers da história. A informação foi publicada pelo Siberian Times.

Recentemente, o maníaco foi ligado a mais 12 assassinatos (com motivação sexual) de prostitutas. Todos cometidos durante o ápice de sua matança – de 1994 a 2000.

“Há 59 novos assassinatos, isso significa que, se os adicionarmos aos 22 anteriores, serão 81 assassinatos no total. Temos certeza absoluta de 12 casos”, disse a porta-voz da polícia de Irkutsk, Karina Golovacheva, ao site.

Mês passado, Popkov foi formalmente acusado de 25 assassinatos adicionais. Durante a investigação (que não cessou após sua condenação em 22 homicídios), foi descoberto um grande número de cadáveres de vítimas com base em suas últimas confissões.

Cartaz de desaparecimento de uma das vítimas de Popkov, Yulia Shapovalova. Foto: Siberian Times.

Cartaz de desaparecimento de uma das vítimas de Popkov, Maria Molotkova.

Cartaz de desaparecimento de uma das vítimas de Popkov, Maria Molotkova. Foto: Siberian Times.

Atualmente, em seu país, a conta macabra de Popkov só é superada por outros dois assassinos em série:

Andrei Chikatilo–  Andrei Chikatilo

  • conhecido como “O Açougueiro de Rostov” 
  • 53 vítimas confirmadas;
  • total de vítimas pode chegar a 70..

Alexander PichushkinAlexander Pichushkin

  • conhecido como “O Assassino do Tabuleiro de Xadrez”
  • 49 vítimas;
  • confessou outros 11 assassinatos.

Na história, há poucos serial killers no mundo com números de vítimas tão altos. 

Gilles de RaisGilles de Rais – França

  • conhecido como “O Verdadeiro Barba Azul”
  • 140 vítimas confirmadas;
  • total pode passar de 200.

Luis GaravitoLuis Garavito – Colômbia

  • conhecido como “A besta”
  • 138 vítimas confirmadas;
  • confessou mais de 300 assassinatos.

Pedro Alonso LopezPedro Lopez – Colômbia

  • conhecido como “O Monstro dos Andes”
  • 110 vítimas confirmadas;
  • confessou 240 outros assassinatos.

BathoryErzsébet Báthory – Hungria

  • conhecida como a “Condessa Sanguinária”;
  • 80 vítimas confirmadas;
  • alguns especialistas apontam que ela pode ter tirado a vida de mais de 600 mulheres.

Daniel CamargoDaniel Camargo – Colômbia

  • 72 vítimas confirmadas;
  • confessou outros 80 assassinatos.

Pedrinho MatadorPedro Rodrigues – Brasil

  • conhecido como “Pedrinho Matador”;
  • 71 vítimas confirmadas;
  • confessou mais de 100 assassinatos.

Yang XinhaiYang Xinhai – China

  • conhecido como “O Monstro Assassino”
  • 67 vítimas confirmadas.

Mikhail Popkov


.

Durante sua carnificina, que durou 16 anos, Popkov estuprava suas jovens vítimas (todas com idades entre 17 e 38 anos) antes de matá-las com um machado, facas ou chaves de fenda.

Ele usava sua farda para atrair as garotas bêbadas para o carro da polícia, oferecendo-lhes passeios noturnos escoltados para casa.

Quando as vítimas já estavam sem vida, ele despejava seus corpos nus em áreas florestais remotas.  

Evidências de DNA foram encontradas nessas áreas, mas os crimes não foram resolvidos porque a polícia não conseguia realizar testes de DNA em seus próprios oficiais. Quando finalmente testaram todo o departamento, Popkov foi revelado como o assassino.

Após sua prisão em junho de 2012, Mikhail disse que perdeu a vontade de matar depois de ter contraído sífilis de uma de suas vítimas (a doença o deixou impotente). Aparentemente, ele parou de agir em 2000, quando foi diagnosticado com a doença.

As autoridades russas teorizaram que os assassinatos começaram depois que Mikhail Popkov encontrou dois preservativos usados ​​em sua casa, provavelmente em algum momento de sua ausência. Ele acusou sua esposa de enganá-lo, fazendo com que buscasse vingança em outras mulheres.

“Eu não acredito em nada disso. Eu sempre me senti como a ‘Menina do Papai’. Por 25 anos nós estivemos juntos, de mãos dadas. Nós caminhávamos, andávamos de bicicleta, íamos às compras, e ele me encontrava na escola. Nós colecionávamos carros em miniatura, tínhamos o mesmo hobby. Eu queria ser uma criminologista, então eu li um livro com dicas de como investigadores pegam serial killers e também havia classificações básicas sobre assassinos.”

[Ekaterina Popkov, filha de Mikhail]


Contribuição de:


.
Rebeka

Curta O Aprendiz Verde No Facebook


"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz." (Platão)
Deixe o seu comentario:
DarkSide Books

RELACIONADOS

Dupla Identidade – Bruno Gagliasso

Glória Perez

Ilana Casoy

OAV TV

OAV TV

Queremos Você!

Queremos Você!

Siga-nos no Twitter

Siga-nos no Facebook!

21 Anos de Arquivo-X

20 Anos da Execução de Andrei Chikatilo

20 Anos da Execução de John Wayne Gacy

O nascimento de um serial killer

Categories

Contribua com O Aprendiz Verde!

Bate-Papo

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers