Japão: polícia encontra 9 cabeças em casa de serial killer que usava o Twitter para atrair vítimas

O Dia das Bruxas parece um dia bastante apropriado para a descoberta de algo horripilante e foi isso o que aconteceu no Japão no último dia 31, quando a...
Takahiro Shiraishi - serial killer
Avatar Takahiro Shiraishi

O avatar de um serial killer.

O Dia das Bruxas parece um dia bastante apropriado para a descoberta de algo horripilante e foi isso o que aconteceu no Japão no último dia 31, quando a polícia prendeu um homem de 27 anos na cidade de Zama, Prefeitura (estado) de Kanagawa.

Investigando o desaparecimento de uma jovem mulher de 23 anos, sumida de Hachioji, Tóquio, a polícia bateu na porta de Takahiro Shiraishi e encontrou uma cena grotesca em seu apartamento, no melhor estilo Jeffrey Dahmer.

Chegando até o assassino em série


Aiko Tamura, 23, moradora de um subúrbio de Tóquio – Hachioji – foi dada como desaparecida por seu irmão em 24 de Outubro. Ele não conseguia contato com a irmã desde 21 de Outubro e ajudando a polícia a encontrar alguma pista, ele conseguiu logar no notebook da irmã e descobriu que ela havia deixado uma nota de suicídio na rede social Twitter em 20 de setembro. Ela estava procurando por alguém para se juntar a ela no suicídio. “Estou procurando por alguém para morrer comigo […] Morro de medo de morrer sozinha“, dizia um trecho da nota. Um usuário do Twitter a respondeu, dizendo querer se juntar a ela no suicídio, “vamos morrer juntos“, disse ele. Além dessa descoberta, a polícia encontrou imagens de câmeras de segurança mostrando um homem caminhando junto com a vítima em uma estação de metrô, em 23 de outubro.

De posse de tais informações, e com acesso à conta do Twitter da vítima, a polícia descobriu uma mulher que conhecia o usuário @hangingpro e combinou para que ela marcasse um encontro com o suspeito. Ele aceitou. A polícia a seguiu e descobriu o apartamento da morte. 

Cabeças no apartamento


Na entrada do apartamento, os policiais foram surpreendidos por duas cabeças. Outras sete cabeças foram descobertas dentro de vários refrigeradores e recipientes. Corpos esquartejados também foram encontrados dentro desses refrigeradores. Muitas partes estavam reduzidas a ossos. Carne, órgãos e vísceras eram descartados no lixo. 

Levei três dias para desmembrar o corpo da primeira vítima, mas a partir da segunda pessoa, eu fui capaz de fazê-lo em um dia“, disse o assassino à polícia.

Os vizinhos de Shiraishi expressaram surpresa com as notícias. Um vizinho o descreveu como “um homem alegre, amável e educado“. Assim como no caso Jeffrey Dahmer, vizinhos se queixavam de um cheiro podre que exalava do lugar. “Eu pensei que era esgoto. Foi algo que eu nunca havia sentido antes, um cheiro estranho“, disse outro vizinho ao relatar à mídia japonesa o dia em que passou na porta do apartamento de Shiraishi.

No total, os restos mortais de nove pessoas foram encontradas dentro do apartamento de Takahiro Shiraishi, incluindo 240 ossos, nove cabeças e membros esquartejados.

Casa serial killer japão - Takahiro Shiraishi

Vista aérea do conjunto de apartamentos onde o serial killer Takahiro Shiraishi morava. Foto: AP.

Serial killer usava o Twitter


Para atrair suas vítimas, Shiraishi usava o perfil no Twitter @hangingpro (enforcamentopro, em tradução literal). A conta foi suspensa, mas prints do perfil estão disponíveis na Internet.

A imagem de avatar mostrava o desenho mangá de um homem cujo pescoço e pulso estavam machucados, em uma clara alusão à tentativas de suicídio por enforcamento e corte do pulso. Ainda no desenho, uma corda é vista ao redor do pescoço. Sua bio deixa claro suas intenções macabras:

“Eu quero ajudar pessoas que realmente estão em dor. Por favor me envie DM a qualquer hora”.

[Bio do usuário @hangingpro no Twitter. DM significa Direct Message, ou Mensagem Direta, uma forma de comunicação privada entre usuários da rede social]

Em um tweet do dia 21 de Outubro último, Shiraishi escreveu:

“O bullying está em todo lugar, na escola e no trabalho. Devem existir muitas pessoas na sociedade que estão sofrendo após tentar suicídios, embora seus casos não sejam reportados na mídia. Eu quero ajudar tais pessoas.”

Screenshot do perfil no Twitter de Takahiro Shiraishi mostra suas mensagem sobre o seu conhecimento em enforcamento. Foto: Kyodo.

Screenshot do perfil no Twitter de Takahiro Shiraishi mostra suas mensagem sobre o seu conhecimento em enforcamento. Foto: Kyodo.

Acredita-se que o serial killer tinha mais de uma conta no Twitter para atrair suas vítimas. Ele passava seus dias pesquisando na rede social potenciais vítimas e quando encontrava alguma cujos tweets mostravam tendências suicidas, ele respondia: “Vamos morrer juntos.”

Ele também tentava se resguardar e evitar que suicidas pudessem receber ajuda. Em 6 de outubro ele escreveu:

“Não é bom dizer aos amigos, familiares e em redes sociais que você vai morrer antes de cometer suicídio”.

Vítimas identificadas


Dez dias depois da macabra descoberta, a polícia japonesa já havia identificado todas as nove vítimas encontradas no apartamento de Shiraishi.

De acordo com uma nota divulgada à imprensa, as vítimas são:

  • Aiko Tamura, 23 anos, moradora de Hachioji, Tóquio;
  • Kureha Ishihara, 15 anos, estudante do ensino médio de Ora;
  • Natsui Kubo, 17 anos, estudante do ensino médio de Saitama;
  • Akari Suda, 17 anos, estudante do ensino médio de Fukushima;
  • Hinaiko Sarashina, 19 anos, universitária de Saitama;
  • Hitomi Fujima, 26 anos, moradora de Saitama;
  • Mizuki Miura, 21 anos, moradora de Kanagawa;
  • Shogo Nishinaka, 20 anos, morador de Kanagawa;
  • Kazumi Maruyama, 25 anos, moradora de Kanagawa.
As vítimas do serial killer Takahiro Shiraishi: 8 mulheres e 1 homem. Foto: Ann News.

As vítimas do serial killer Takahiro Shiraishi: 8 mulheres e 1 homem. Foto: Ann News.

Foi impossível para as autoridades identificar as vítimas imediatamente devido ao estado dos restos mortais. Alguns pertences das vítimas encontrados no apartamento, juntamente com outras evidências, incluindo dados de GPS de seus smartphones, levaram a polícia a coletar amostras de DNA de familiares para ajudar na identificação.

A única vítima homem, Shogo Nishinaka, era namorado da primeira vítima, Aiko Tamura, e foi morto pelo serial killer após confrontá-lo sobre o paradeiro de sua namorada. Não foi revelado como Nishinaka chegou até Shiraishi.

Quem é Takahiro Shiraishi?


As pessoas que moram no bairro se lembram de Shiraishi como “uma criança tranquila que se socializava com os vizinhos“. Na escola, suas notas estavam longe de serem as melhores, mas ele era uma criança atenciosa, que “não se destacava, mas também não era um menino sombrio“.

O site Asahi Shimbun, cita que Shiraishi gostava de atletismo e beisebol e era “um bom ouvinte ao invés de alguém que só falava de si mesmo“. Uma pessoa que afirmou ser uma ex-colega de escola, publicou no Twitter que ele era “normal e bastante discreto” e que a maioria dos colegas de classe sequer o reconheceram quando ele apareceu na TV acusado dos crimes.

Um ex-colega, entretanto, revelou à rede de TV Fuji que Shiraishi e alguns amigos gostavam de se sufocar por “diversão“. “Uma vez ele desmaiou enquanto jogava o jogo de sufocar“, disse.

Mas a maioria dos que o conheciam o retrataram como alguém longe do monstro que se revelou, como atestam os tweets abaixo, de ex-colegas de escola:

Takahiro Shiraishi esconde o rosto ao ser levado até o escritório do promotor público de Tóquio. Foto: Getty Images.

Takahiro Shiraishi esconde o rosto ao ser levado até o escritório do promotor público de Tóquio. Foto: Getty Images.

Após se formar no ensino médio em 2009, Shiraishi conseguiu um emprego em um supermercado, mas pediu demissão dois anos depois. Nesse ponto, ele começou a trabalhar como cafetão para estabelecimentos de sexo em Kabukicho, o maior bairro “luz vermelha” de Tóquio. Sua função era atrair jovens moças para trabalhar lá. Eventualmente, ele foi preso por exercer essa função.

Enquanto isso, dentro de casa, Shiraishi tinha um relacionamento normal com seu pai, mesmo após sua mãe e irmã mais nova terem saído de casa para ir morar no centro de Tóquio, mais perto da escola da sua irmã.

Uma suposta namorada, que disse ter mantido um relacionamento amoroso com ele até meados de 2016, o descreveu como “alguém gentil” que nunca “ficou zangado com mulheres“. “Quando eu disse a ele que queria acabar [o relacionamento], ele me abraçou e disse ‘não vá‘”, disse a mulher à TV Fuji.

Mas as coisas começaram a mudar por volta de junho de 2017, quando ele teria dito ao pai: “Não sei por que estou vivo“.

Em 22 de agosto, ele se mudou para o apartamento de um quarto em Zama, cidade a uma hora de Tóquio.

Uma vez sozinho, Shiraishi pode ter tido a liberdade necessária para colocar para fora o que guardava a sete chaves dentro de si. Ele criou várias contas no Twitter, anunciando-se como um “enforcador profissional” e entrou em contato com várias jovens que disseram ter tendências suicidas.

Em seu apartamento foram encontradas tesouras, facas, uma serra e ferramentas de corte de madeira.

Estrangulador


Segundo o que se sabe até o momento, Shiraishi estuprou e matou suas vítimas esganadas, o que o coloca no grupo dos serial killers estranguladores, aqueles cuja satisfação sádica advém do próprio ato de estrangular. Na verdade, muitos serial killers estranguladores ficam tão excitados enquanto estrangulam uma vítima que chegam a um clímax sexual durante o assassinato.

“O assassino sádico não se contenta em ‘apenas’ matar as vítimas. Seu prazer supremo deriva de mutilar seus corpos: estripá-los, cortar seus genitais etc. Para tais sádicos sanguinários, a violência substitui o sexo.”

[Harold Schechter – Serial Killers, Anatomia do Mal]

Socialkillers.com


Takahiro Shiraishi entrou para o clube dos socialkillers.com; assassinos, serial killers etc que utilizam da Internet para atrair e matar suas vítimas. Um dos exemplos mais famosos é o canibal alemão Armin Meiwes. Em 2000, Armin postou uma mensagem em uma comunidade na Internet na qual afirmava estar em busca de:

“um homem jovem e robusto, com idade entre 18 e 30 anos, para ser abatido e devorado… Caso tenha entre 18-25, você é meu menino… Venha até mim e eu devorarei sua deliciosa carne”.

Armin recebeu muitas respostas, mas a maioria dos postulantes não foi até o fim. Um deles era um homem chamado Borg Jose. Borg encontrou-se com Armin, mas, após se deitar sobre a mesa, à espera do abate, pediu de repente que o outro o libertasse, pois estava enojado. Armin deixou-o ir embora.

O último homem a responder à mensagem de Armin foi um engenheiro de 43 anos chamado Bernd-Jurgen Brandes. Bernd se declarava abertamente bissexual. Em 14 de fevereiro de 2001, entrou em contato com Armin e concordou voluntariamente em ser devorado por ele. Bernd escreveu:

Eu me ofereço a você e deixarei que se sacie do meu corpo ainda vivo.”

Nos dias subsequentes, Armin e Bernd trocaram mensagens discutindo como Armin deveria comer Bernd e o que aquele deveria fazer em seguida com o corpo deste. Bernd deu várias sugestões; uma delas era que seu crânio poderia servir de cinzeiro. Bernd perguntou a Armin se seria o primeiro homem a ser morto e devorado por ele, ao que Armin confirmou que sim, ele seria sua primeira vítima.

Em 9 de março de 2001, Bernd foi para a casa de Armin. Eles se beijaram, fizeram sexo e então Armin deu a Bernd pílulas para dormir, umas pastilhas Vick contra a tosse e um pouco de álcool. Em seguida, Armin tentou arrancar o pênis de Bernd com os dentes, mas não conseguiu, então Bernd colocou seu membro sobre a mesa enquanto Armin o decepava com uma faca. Bernd tentou comer o próprio pênis cru, mas concluiu que a carne era “borrachuda”, difícil de mastigar. Foi quando Armin colocou o órgão genital em uma panela a fim de tentar fritá-lo com alho, sal, pimenta e um pouco de gordura de Bernd, para que os dois pudessem jantá-lo juntos. entretanto, Armin queimou o prato, tornando-o intragável, e acabou dando-o de comer ao cão. A essa altura, os ferimentos de Bernd já o haviam levado a perder uma enorme quantidade de sangue. Armin colocou-o na banheira e passou as três horas seguintes lendo um livro de Star Trek enquanto Bernd perdia cada vez mais sangue. Ele continuou vivo por mais dez horas. Finalmente, Armin apunhalou Bernd repetidas vezes no pescoço e matou-o, pondo fim a sua dor.

Mas a morte não foi o fim para Bernd. Armin pendurou seu cadáver em um gancho de carne e começou a cortá-lo em pedaços menores. Chegou a tentar moer os ossos da vítima para transformá-los em farinha. Todo o corpo foi desmembrado e os pedaços foram armazenados no freezer. Nos dez meses que se seguiram, Armin foi descongelando e comendo pedaços da carne de Bernd. Ele também tinha filmado a si mesmo enquanto assassinava Bernd e desmembrava seu corpo.

Outros casos de psicopatas que encontraram suas vítimas na Internet, redes sociais etc pode ser visto no livro Social Killers, amigos virtuais, assassinos reais.com:

Vídeo


Fontes consultadas: [1] Zama man arrested after police discover nine dismembered bodies in his apartment. Japan Times; [2] All nine victims of Zama serial killer identified, including three high school girls. Japan Times; [3] Zama serial-murder suspect used Twitter to prey upon young suicidal women. Japan Times; [4] Man, 27, is held after nine bodies including two with their heads severed and dumped in a cool box are found at Japanese ‘house of horrors’ as police hunt woman over ‘Twitter suicide pact’. Daily Mail; [5] Japanese serial killer called himself ‘hanging pro’ on Twitter to recruit suicidal young women before dismembering them at his home and covering their bodies with cat litter. Daily Mail;

Colaboração de:


Thais Ribeiro

Curta O Aprendiz Verde No Facebook

“Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz.” (Platão)

Deixe o seu comentario:
  • Detona[G.S.N]

    Porque ele seria um psicopata? Sou leigo nesses assuntos mas pra mim ele pareceu alguém mais perturbado.

DarkSide Books

RELACIONADOS

Dupla Identidade – Bruno Gagliasso

Glória Perez

Ilana Casoy

OAV TV

OAV TV

Queremos Você!

Queremos Você!

O Aprendiz Verde no Whatsapp!

OAV no Whatsapp

Siga-nos no Twitter

Siga-nos no Facebook!

21 Anos de Arquivo-X

20 Anos da Execução de Andrei Chikatilo

20 Anos da Execução de John Wayne Gacy

O nascimento de um serial killer

Categorias

Contribua com O Aprendiz Verde!

Bate-Papo

Blogs Brasil

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers