Assassino de Leonardo Pareja é morto em presídio de Goiás

“Faço tudo por ele. Até mato.” E realmente Eduardo Rodrigues Siqueira, o Pigmeu, matou. Criminoso incorrigível e um assassino sem remorso, era só olhar no rosto de Pigmeu para enxergar...
Eduardo Rodrigues Siqueira e Leonardo Pareja
Eduardo Rodrigues Siqueira. Foto: Cristiano Borges/O Popular.

Eduardo Rodrigues Siqueira. Foto: Cristiano Borges/O Popular.

“Faço tudo por ele. Até mato.”

E realmente Eduardo Rodrigues Siqueira, o Pigmeu, matou. Criminoso incorrigível e um assassino sem remorso, era só olhar no rosto de Pigmeu para enxergar um homem em quem não se podia confiar. Mas um dos mais famosos criminosos da história do Brasil confiou e pagou o preço por isso.

O superstar do crime Leonardo Pareja se considerava amigo de Pigmeu. Talvez Pareja não fosse tão inteligente quanto julgava ser. “Bobo é o homem que confia no homem“, é uma de suas frases mais famosas. Mas Pareja confiava em Pigmeu, e foi morto pelo amigo que ele julgava ser. “Ele queria assumir o poder na cadeia“, disse Pigmeu sobre o motivo de ter crivado de balas Leonardo Pareja na cadeia às 6h30 da manhã de 9 dezembro de 1996. Outra história que é citada em reportagens do caso diz conta que Pareja teria delatado ao diretor do presídio um plano de fuga dos presos. Seja como for, Pareja se tornou o bobo assassinado pelo homem cuja lealdade jamais colocara em dúvida.

Eduardo Rodrigues Siqueira, o Pigmeu, durante entrevista em 1996 para o documentário "Vida Bandida" de Regis Faria.

Eduardo Rodrigues Siqueira, o Pigmeu, durante entrevista em 1996 para o documentário “Vida Bandida” de Regis Faria. “Eu estava que nem uma criança na mão dele. Não aguentei mais. Fui muito humilhado.”

Leonardo Pareja, à esquerda, e Eduardo Siqueira, o Pigmeu, durante filmagens do documentário "Vida Bandida".

Leonardo Pareja, à esquerda, e Eduardo Siqueira, o Pigmeu, durante filmagens do documentário “Vida Bandida”.

Como citado por nós no texto sobre Pareja, você pode enganar a morte muitas vezes, mas ela não desiste, sempre está a postos e só precisa de uma chance. Se a nossa vida é um reflexo de nossos atos, então Pigmeu teve o que sempre buscou.

Condenado pelo assassinato de Leonardo Pareja e por outros crimes, Pigmeu cumpria pena na Penitenciária Odenir Guimarães (POG), em Aparecida de Goiânia, região metropolitana da capital. Ele havia fugido do Cepaigo, maior penitenciária de Goiás, no final dos anos 1990. Recapturado em 2001, Pigmeu voltou para o Cepaigo e progrediu para o regime semi-aberto em 2009. Ele desapareceu e ficou foragido até 2011, quando foi preso em Anápolis, Goiás. Desde então, cumpria pena na POG. 

Pigmeu foi assassinado ontem, 23 de outubro, por outros detentos com um chuchu – objeto perfurante improvisado. Ele estava voltando do banho de sol quando foi atacado pelos presos Diego Martins da Silva, Cleyber Antonio Nicolau e Antonio Camargo dos Santos. Assim como um dia ele matou Pareja na companhia de outros colegas, Pigmeu foi morto da mesma maneira, com a diferença de ter sido esfaqueado.

A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) não informou o motivo do ataque.

Vídeo


Leonardo Pareja, o criminoso superstar. Leia em:


Fonte consultada: [1] Condenado pela morte de Leonardo Pareja é assassinado em presídio de Aparecida de Goiânia – G1 Goiás;

Universo DarkSide – os melhores livros sobre serial killers e psicopatas

http://www.darksidebooks.com.br/category/crime-scene/

Curta O Aprendiz Verde No Facebook

"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz." (Platão)
Deixe o seu comentario:
DarkSide Books

RELACIONADOS

OAV TV

OAV TV

Queremos você!

Queremos Você!

O Aprendiz Verde no WhatsApp!

OAV no Whatsapp

Siga-nos no Twitter

As últimas notícias

Categorias

Receba nosso conteúdo no WP
Receba nosso conteúdo no WP