Holanda: em três dias spree killer mata três pessoas que passeavam com seus cães

Vida Virtual x Vida Real Duas fotos que estão circulando na Internet do holandês Thijs Hermans, 27, mostram um grande contraste. Uma delas é a sua foto de avatar...
Thijs H. spree killer - capa
Perfil do LinkedIn do spree killer holandês Thijs Hermans.

Perfil do LinkedIn do spree killer holandês Thijs Hermans.

Vida Virtual x Vida Real


Duas fotos que estão circulando na Internet do holandês Thijs Hermans, 27, mostram um grande contraste.

Uma delas é a sua foto de avatar do seu perfil – já excluído – do LinkedIn. Thijs Hermans aparece sorridente com uma série de belos cursos abaixo, uma lista impressionante de treinamentos e outras atividades do homem que gosta de surfar, correr e tocar piano. No mundo virtual das aparências vemos um jovem de futuro, boa aparência e bem sucedido.

A outra foto é a da polícia. Com uma tarja preta nos olhos, um magro Thijs aparece todo desengonçado, cabelos bagunçados, caminhando de forma estranha e com uma jaqueta que, segundo conhecidos, “ele já tem há dez anos”. Esta foto foi tirada na última quarta-feira (8 de maio) quando Thijs era o criminoso mais procurado da Holanda após matar três pessoas em três dias.

Foto de perfil no Github de Thijs Hermans.

Foto de perfil no Github de Thijs Hermans.

Depressivo e Suicida


Claro que suas ações chocaram familiares, amigos e vizinhos. Embora ele estivesse agindo de forma estranha nos últimos tempos e tentado o suicídio, ninguém poderia imaginar que ele sairia vagando pelo país matando pessoas que passeavam com seus cães.

Tomando antidepressivos após se consultar com um psicólogo, Thijs supostamente teve um surto psicótico no sábado (4 de maio), quebrando a porta do banheiro da residência onde morava e então saindo sem rumo.

Colegas que estudaram com ele na Universidade de Leiden o descreveram como “calmo, inteligente e legal”. Já vizinhos disseram que ele “era um bom garoto, mas solitário”; “tímido”, “quieto”.

Imagem compartilhada pela polícia holandesa na caçada a Thijs H. Foto: Rob Engelaar / Hollandse Hoogte.

Imagem compartilhada pela polícia holandesa na caçada a Thijs H. Foto: Rob Engelaar / Hollandse Hoogte.

Spree Killer


Os assassinatos cometidos por Thijs tem características de spree killings. Em 4 de maio, a primeira vítima – uma japonesa de 56 anos – foi encontrada em Galgenpad, The Hague, na floresta Scheveningen. Moradora do bairro de Nicolaistraat, ela saía sempre para passear com seus dois cães na floresta. Os dois cachorros foram encontrados vivos. Um deles, um labrador deficiente, estava ao lado do corpo.

Na segunda-feira, 6 de maio, Thijs apareceu na clínica psiquiátrica Mondriaan, em Maastricht, e pediu por ajuda. Ele já havia sido tratado na clínica e foram as imagens dele no local que a polícia usou em sua caçada.

No dia seguinte, 7 de maio, ele fugiu da clínica, e logo depois um homem de 68 anos e uma mulher de 63 foram encontrados mortos na reserva natural Brunssummerheide na cidade de Heerlen, distante 25 quilômetros de Maastricht. As duas vítimas também passeavam com seus cães quando foram esfaqueadas até a morte.

Após sua captura, autoridades holandesas permitiram que apenas o seu advogado entrasse em contato com ele. 

Vídeo


Fontes consultadas: [1] SUSPECT SOUGHT HELP AFTER DOUBLE DOG PARK MURDER: REPORT – NY Times; [2] Hoe ‘Stille Thijs’ veranderde in een moordverdachte – AD;

Universo DarkSide – os melhores livros sobre serial killers e psicopatas

http://www.darksidebooks.com.br/category/crime-scene/

Curta O Aprendiz Verde No Facebook

"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz." (Platão)
Deixe o seu comentario:
DarkSide Books

RELACIONADOS

Receba nosso conteúdo por e-mail!

Digite o seu endereço de e-mail:

OAV TV

OAV TV

Queremos você!

Queremos Você!

O Aprendiz Verde no WhatsApp!

OAV no Whatsapp

Siga-nos no Twitter

As últimas notícias

Categorias

× Receba nosso conteúdo no WP