51 anos depois mensagem do Assassino do Zodíaco é decifrada

Mais de 50 anos depois de o “Assassino do Zodíaco” aterrorizar as ruas da Califórnia, uma equipe de quebradores de código finalmente decifrou uma das misteriosas mensagens codificadas que...

O taxista Paul Stine, uma das vítimas do serial killer conhecido como Zodíaco, morto em seu táxi em 11 de outubro de 1969.

Mais de 50 anos depois de o “Assassino do Zodíaco” aterrorizar as ruas da Califórnia, uma equipe de quebradores de código finalmente decifrou uma das misteriosas mensagens codificadas que o assassino em série enviou ao jornal San Francisco Chronicle em 1969.

Chamada de “cifra 340”, a mensagem foi desvendada por um trio de decifradores de código – David Oranchak, desenvolvedor de software americano, Jarl Van Eycke, programador de computadores belga, e Sam Blake, um matemático australiano. Mas para a frustração geral, a mensagem não traz nenhuma informação pessoal ou reveladora, são apenas palavras de uma mente perturbada que forma uma sentença meio confusa.

A cifra 340 – mensagem cifrada enviada pelo Assassino do Zodíaco a um jornal em 1969.

A decodificação da cifra revelou a seguinte mensagem (ela foi enviada em letras maiúsculas sem pontuação e tinha  erros de ortografia na palavra paraíso – corrigida na tradução):

“Espero que vocês estejam se divertindo muito ao tentar me pegar. Não era eu no programa de TV, o que traz um ponto sobre mim. Não tenho medo da câmara de gás porque ela me enviará para o paraíso mais cedo porque agora tenho escravos suficientes para trabalhar para mim onde todos os outros não têm nada quando alcançam o paraíso, então eles têm medo da morte. Não estou com medo porque sei que minha nova vida será fácil no paraíso da morte”.

O programa de TV que a mensagem se refere é o “The Jim Dunbar Show”, um talk show de uma emissora de São Francisco. A mensagem codificada foi enviada duas semanas depois de uma pessoa afirmando ser o Assassino do Zodíaco ser mostrada no programa.

O trio que desvendou a mensagem enviou a descoberta para o FBI uma semana atrás e não revelou nada até o próprio FBI confirmar a autenticidade da mensagem.

O Assassino do Zodíaco foi um assassino em série que matou pelo menos cinco pessoas entre 1968 e 1969. Ele nunca foi capturado e ficou famoso por enviar cartas para a polícia e imprensa até 1974, as vezes codificadas, se gabando dos crimes.

Pedaços da roupa ensanguentada de uma das vítimas, o taxista Paul Stine, foram incluídas em um dos seus envios como prova de suas ações. Nas cartas, o Zodíaco afirmava ter assassinado cerca de 37 pessoas.

Em um comunicado, o FBI afirmou que o caso permanece aberto e sob investigação no escritório de São Francisco. “Devido à natureza em andamento da investigação e em respeito às vítimas e suas famílias, não forneceremos comentários adicionais neste momento”, diz a declaração.

Oranchak detalhou o processo de quebra da cifra em seu website e em um vídeo do YouTube (veja abaixo).

A história do Zodíaco foi contada no cinema no ótimo filme Zodiac (2007) de David Fincher. O filme é baseado no “livro bíblia” do caso de Robert Graysmith.

Para conhecer outros serial killers que nunca foram pegos, não deixe de ler nosso texto:

Por:


Daniel Cruz
Texto

Fonte consultada: After 51 years, the Zodiac Killer’s cipher has been solved by amateur codebreakers. CNN;

Universo DarkSide – os melhores livros sobre serial killers e crimes

http://www.darksidebooks.com.br/category/crime-scene/

Curta O Aprendiz Verde No Facebook

"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz." (Platão)
Deixe o seu comentario:

RELACIONADOS

Receba nosso conteúdo por e-mail!

Digite o seu endereço de e-mail:

OAV TV

OAV TV

Queremos você!

Queremos Você!

O Aprendiz Verde no WhatsApp!

OAV no Whatsapp

O Aprendiz Verde no Telegram!

OAV no Whatsapp

Siga-nos no Twitter

As últimas notícias

Categorias

× Receba nosso conteúdo no WP